quarta-feira, 25 de junho de 2008

88 minutos (EUA, 2007,95 mins)
Minha nota: [4,9] -
Por Wendell Borges - Assisti: 25/06/2008

Comentário (Não leia se não tiver assistido ao filme ainda): Eis um filme ridículo com um ator meio decadente. A atuação de Al Pacino é digna do péssimo roteiro, cheio de clichês e situações pífias, melodramáticas e que apenas nos primeiros momentos da trama conseguem distrair o espectador. Os primeiros minutos são até interessantes mas o que ocorre na sequência é digna de filme trash, a diferença entretanto é que estes se assumem como tal, não é o caso deste aqui.

Anotações para quem já viu o filme [ Wendell - Notes ]

A explicação do porque dos 88 minutos é ridícula. Pacino conta a sua aluna assistente que deixou a irmãzinha dele de doze anos sozinha em casa e um assassino que ele havia incriminado entrou na casa e matou a irmã dele dizendo que levou 88 minutos para fazer isso. Uma outra aluna dele, a psicopata que estava ajudando Jon Foster, interpretada por Leelee Sobieski era quem estava tramando tudo e no clímax final é baleada por uma agente do FBI.

Anotação: Onde a justiça e a verdade se cruzam?

Sinopse: Al Pacino interpreta Jack Gramm, um psiquiata forense que trabalha para o FBI e foi responsável pela condenação de Jon Forster, criminoso prestes a sofrer pena de morte. No dia da execução do presidiário, Gramm recebe uma ligação dizendo que ele tem apenas 88 minutos de vida. Desconfiando de todos ao seu redor, o doutor deve correr contra o tempo para descobrir a identidade e os motivos de seu assassino.

Ficha Técnica: Jack Gramm (Al Pacino) é um professor que também trabalha como psicanalista para o FBI. Ameaçado de morte, ele tem apenas 88 minutos para descobrir quem é seu possível assassino. Entre os suspeitos estão Mike Stemp (Benjamin McKenzie) e Lauren Douglas (Leelee Sobieski), dois alunos problemáticos; Kim Cummings (Alicia Witt), sua amante rejeitada; e ainda Jon Forster (Neal McDonough), um assassino que está no corredor da morte.
_____________________________________________________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário