domingo, 27 de julho de 2008

Duas Vezes com Helena (Brasil,2000,75 mins)
Minha nota: [7,0] -
Por Wendell Borges - 27/07/2008

Comentário: Este filme do diretor Mauro Farias que começou sua carreira no cinema como ator no filme Aventuras com o Tio Maneco (1971) produzido por seu pai Roberto Farias, passando a editor e segundo assistente de direção dos filmes Pra frente Brasil (1982) e Os Trapalhões no Auto da Compadecida (1987) ambos dirigidos por seu pai Roberto Farias é de uma família de cineastas e desde muito cedo viveu no meio artístico cinematográfico. Este seu segundo trabalho como diretor, o primeiro foi em 1991 com o filme "Não quero falar sobre isso agora" tem roteiro de Melanie Dimantas baseado num conto do historiador e crítico de cinema Paulo Emilio Sales Gomes (1916-1977), sendo esta a segunda versão do conto, a primeira foi filmada em 1982 com direção de Paulo Cesar Saraceni (Veja outros detalhes na obs 3 abaixo). O filme é envolvente, apesar de não gostar do elenco, Fabio Assunção e Christine Fernandes não convencem em seus papéis, mas o filme prende a atenção e tem uma duração curtíssima, tem menos de 1h e 20 minutos e não chega a aborrecer o espectador. A trama é simples e conta a estória de Polydoro (Fábio Assunção) que retorna de uma viagem de estudos à Europa e reencontra seu professor, o personagem Alberto interpetrado por Carlos Gregório. Este o convida para um final de semana em Campos do Jordão, onde irá lhe apresentar sua esposa Helena (Christine Fernandes). É lá que as complicações da trama terão início. Para não revelar nada a quem estiver lendo este comentário faço apenas algumas anotações abaixo somente para quem já viu o filme. O ator Cláudio Correia e Castro faz uma ponta como um Padre,ele faleceu aos 77 anos em agosto de 2005. Não deixe de conferir os extras com explicações e comentários do pesquisador de cinema João Luiz Vieira, do diretor Mauro Farias, do diretor de arte Paulo Flaksman, do elenco principal e dos responsáveis pela fotografia e efeitos especiais.

Obs 1: Há um quadro comparativo nos extras do conto x roteiro que deve ser conferido.
Obs 2: A trama começa nos anos 30 e vai até o final dos anos 60. Período em que o Brasil viveu o fim da chamada política do café-com-leite e Getúlio Vargas chega ao poder (1937) dando início ao Estado Novo, período em que o Brasil ficou sem eleições até o ano de 45, quando Getúlio é deposto.
Obs 3: o filme Ao Sul do meu corpo (1982) com direção de Paulo Cesar Saraceni também foi baseado no conto de Paulo Emilio Sales Gomes. Os papéis foram de Nuno Leal Maia (Policarpo), Paulo Cesar pereio (Alberto) e Ana Maria Nascimento e Silva (Helena).

Obs4: Em breve assistirei ao filme Ao sul do meu corpo que pelo que fiquei lendo é uma adaptação superior a esta. (Veja este comentário do filme no blogue Estranho Encontro.)


Sinopse: Aos 25 anos de idade, Polydoro (Fábio Assunção) retorna de uma viagem de estudos à Europa e logo reencontra seu grande mentor, o Prof. Alberto (Carlos Gregório), que o convida para um final de semana em Campos do Jordão, onde lhe apresentará sua esposa Helena (Christine Fernandes). Porém, achando Polydoro um tanto quanto abatido, Alberto sugere que ele realize um check-up, sugestão esta seguida por ele. Os exames feitos são satisfatórios e ele parte para Campos do Jordão, onde se encontra com Helena, que faz questão de hospedá-lo em sua casa apesar de Alberto estar em São Paulo por causa de uma emergência. Polydoro aceita o convite e passa a ser o alvo da sedução de Helena, com quem nos quatro dias seguintes vive uma intensa paixão. Porém, no último dia Helena o dispensa de maneira inusitada, falando que dirá a Alberto que ele a seduziu e pedindo que Polydoro nunca mais torne a aparecer. Polydoro consente com o que ela diz e simplesmente vai embora, sem nunca mais procurá-los novamente. Porém, 25 anos depois, Polydoro reencontra um casal em uma estação de águas. Alberto lhe propõe um encontro para o dia seguinte, mas apenas quem vai se encontrar com Polydoro é Helena, que lhe conta a outra realidade vivida pelo trio no passado em que um crime fora cometido o qual ele era a vítima.

Algumas anotações para quem já viu o filme

1 - Polydoro, Helena e Alberto passam pelo Hotel Jerubiaçaba que em língua tupi significa Lealdade.

2 - Ele completou 25 anos exatamente no dia em que te engravidou (as contas do Professor Alberto achando que foi condenado por Deus por causa de sua trama com a esposa, começa a frequentar a igreja católica.

Ficha Técnica: Duas vezes com Helena,Brasil,2000,75 mins. Direção: Mauro Farias.
____________________________________________________________________________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário