quinta-feira, 17 de julho de 2008

Duro de Matar 4 (Die Hard 4,EUA,2007,130 mins)
Minha nota:[6,9] -
Por Wendell Borges - 17/08/2008

Comentário: Ao custo de mais de 100 milhões de dólares esta nova produção da franquia Duro de Matar levou muita gente aos cinemas e fez com que outros tantos milhares não só no Brasil mas com certeza no mundo inteiro arriscassem dar uma espiada nas novas estripulias do detetive John Mclane. Além é claro da crítica positiva que o filme recebeu fazendo um apanhado geral de vários sites e revistas especializadas que no mínimo disseram que o filme era razoável ajudaram a construir esta boa bilheteria. Esta produção enfim só funciona para o espectador que se deixar entrar no clima nonsense que permeia a obra. São mais de duas horas de ação quase que ininterruptas, muitos carros se chocando, explosões, tiroteios, brigas, cenas rocambolescas e pra lá de absurdas. A trama gira em torno de um ataque terrorista onde um hacker consegue invadir a infra-estrutura computadorizada que controla as comunicações, os transportes e a energia do país e causa pânico e destruição em vários lugares dos Estados Unidos. Mas o super detetive John Mclane está lá para salvar o dia, na hora e no momento errados para os vilões atacarem. Mesmo sendo cheio de falhas o filme tem boas cenas de ação, mas eu diria que está mais para uma mistura de comédia, quase que cedendo para o humor negro em algumas situações absurdas, o ritmo não é ruim e o filme se tivesse talvez um pouco mais de realismo teria sido melhor. A direção de Len Wiseman consegue imprimir um pouco de adrenalina nas cenas mais vertiginosas, mas como em seus filmes Anjos da noite 1 e 2, filmes ruins com alguns bons momentos de ação, o lacre é bonito, mas o conteúdo é fraco.

Minha cotação para os outros filmes da série

Duro de Matar - (Die Hard,EUA,1988) * * * *
Duro de Matar 2 - (Die Hard,EUA,1990) * * * *
Duro de Matar 3 - (Die Hard 3 - A Vingança,EUA,1995) * *

Sinopse: Os Estados Unidos sofrem um novo ataque terrorista, desta vez através da informática. Um hacker consegue invadir a infra-estrutura computadorizada que controla as comunicações, transporte e energia do país, ameaçando causar um gigantesco blecaute. O autor do ataque planejou todos os passos envolvidos, mas não contava que John McClane (Bruce Willis), um policial da velha guarda, fosse chamado para confrontá-lo.

Curiosidades
- Precedido por Duro de Matar (1988), Duro de Matar 2 (1990) e Duro de Matar - A Vingança (1995).

- No início de seu desenvolvimento, o 4º filme da série Duro de Matar tinha o subtítulo "Tears of the Sun". Bruce Willis fez um acordo com a Fox, dizendo que atuaria em um novo filme da série caso lhe fosse cedido o uso do título. Este foi o título original de Lágrimas do Sol, estrelado por Willis e lançado em 2003.

- Jessica Simpson fez um teste para interpretar a filha de John McClane, mas foi reprovada.

- Justin Timberlake esteve cotado para interpretar o filho de John McClane.

- Larry Rippenkroeger, dublê de Bruce Willis, machucou-se seriamente ao realizar uma cena em que caía de uma altura de 7 metros ao chão. Ele quebrou alguns ossos da face e ainda fraturou os dois pulsos. Este acidente fez com que as filmagens fossem interrompidas temporariamente.

- Durante sua recuperação, Larry Rippenkroeger recebeu a visita de Bruce Willis diversas vezes. Além disto Willis custeou o hotel dos parentes de Larry, para que pudessem acompanhá-lo no hospital.

- As filmagens ocorreram entre 23 de setembro de 2006 e 14 de fevereiro de 2007.

Ficha Técnica: Título Original: Live Free or Die Hard - Gênero: Aventura -Tempo de Duração: 130 minutos - Ano de Lançamento (EUA): 2007 - Site Oficial: www.durodematar4.com.br- Estúdio: 20th Century Fox / Cheyenne Enterprises / Dune Entertainment - Distribuição: 20th Century Fox Film Corporation - Direção: Len Wiseman
Roteiro: Mark Bomback e Doug Richardson, baseado nos personagens criados por Roderick Thorp - Produção: Michael Fottrell, John McTiernan, Arnold Rifkin e Bruce Willis - Música: Marco Beltrami - Fotografia: Simon Duggan - Desenho de Produção: Patrick Tatopoulos - Direção de Arte: Breat Frutiger e Troy Sizemore - Figurino: Denise Wingate - Edição: Nicolas De Toth - Efeitos Especiais: Proof / The Orphanage / Cinema Production Services .
_____________________________________________________________________

Um comentário:

  1. Precisamente o filme que me falta ver desta bela série de acção, o 4º capítulo...

    Abraço.

    ResponderExcluir