domingo, 27 de julho de 2008

Jogos de Poder (Charlie Wilson's War,EUA,2007,102 mins)
Minha nota: [9,0] -
Por Wendell Borges - 27/08/2008

Comentário: Dirigido por Mike Nichols (Closer:perto demais, hoje com 76 anos) este drama com alguns bons momentos de humor e sarcasmo narra a história de Charlie Wilson (Tom Hanks) um político mulherengo e farrista que arma uma trama para retirar as tropas soviéticas do Afeganistão no início dos anos 80.

O filme tem pouco mais de uma hora e meia e consegue entreter o espectador enquanto nos faz refletir sobre o mundo caótico, perturbador e conspiratório dos bastidores políticos que envolvem negociatas de milhões de dólares em investimentos com armas e guerras.

Eu fico me perguntando quem realmente detem o poder, se é que alguém detem e quais as verdadeiras intenções por trás destes atos e conspirações. Será que há alguma boa intenção por trás delas? Querem realmente uma sociedade mais justa e livre de preconceitos e matanças desumanas? O ator Philip Seymour Hoffman dá mais um show de interpretação como o agente da CIA Gust Avrakotos e Julia Roberts no papel de Joanne Hoffman não chega a decepcionar como uma das mulheres mais ricas do texas e que também está envolvida nas discussões políticas ajudando charlie Wilson em sua empreitada. Vale conferir!

Obs: Baseado na biografia escrita por George Crile com roteiro de Aaron Sorkin.

Grandes momentos do filme (Somente para quem já assistiu!!!)


1 - A cena em que Charles Wilson conhece Gust Avrakotos na sequência em que ele entra e sai do escritório enquanto as secretárias de Wilson fazem o mesmo terminando com a revelação de que no uísque oferecido como presente tinha uma escuta acoplada é das melhores do filme.

2 - As cenas de guerra misturada com cenas reais de arquivo da época são grandes momentos desta produção que teve um orçamento de U$ 75 milhões.

Sinopse: Início dos anos 80. A União Soviética invade o Afeganistão, o que chama a atenção de políticos norte-americanos. Um deles é Charlie Wilson (Tom Hanks), um homem mulherengo e polêmico que não tem grande relevância política, apesar de ter sido eleito 6 vezes para o cargo. Com o apoio de Joanne Herring (Julia Roberts), uma das mulheres mais ricas do estado que o elege, e do agente da CIA Gust Avrakotos (Philip Seymour Hoffman), Wilson passa a negociar uma aliança entre paquistaneses, egípcios, israelenses e o governo norte-americano, de forma que os Estados Unidos financiem uma resistência que possa impedir o avanço soviético no local.

Ficha Técnica: Charlie Wilson's War,EUA,2007,102 mins - Direção: Mike Nichols - Roteiro: Aaron Sorkin.
__________________________________________________________________________

Um comentário:

  1. Um filme com uma história quase que absurda, mas com uma fina ironia nos diálogos que acaba por cativar. Pareceram-me desiguais as interpretações principais. Hoffman ficou um piadão e mostrou-se em plena forma. Hanks regular. Julia Roberts algo enfadonha.

    Fica, igualmente, lançada a questão de como os americanos tratam a política internacional.

    7/10.

    Abraço.

    ResponderExcluir