quarta-feira, 2 de julho de 2008

O Cheiro do Ralo (Brasil,2007, 112 mins)
Minha nota:[8,0] -

Por Wendell Borges - 01/07/2008

Comentário: O cheiro do Ralo narra o dia-a-dia de um homem chamado Lourenço (Selton Mello), um sujeito solitário e que vive cheio de neuras com o ralo do seu banheiro que exala um odor terrível e sua paixão por uma parte do corpo de uma garçonete de um restaurante que ele frequenta, a personagem é interpretada pela bela atriz Paula Braun. O filme transcorre com bom humor em situações bizarras e não é um filme que agradará a todos os públicos. O que senti ao ver foi um misto de desejos masculinos despertados pelas situações e algumas risadas com as tiradas irônicas do personagem Lourenço. O filme também tem um certo estilo, o diretor usa muitos planos gerais e trabalha bem o espaço cênico mostrando a frente do prédio de vários ângulos assim como a parte externa.


Tema(s)
: Desejo, Amor, Poder, Solidão, Neuroses.
Assunto: Um homem vivencia suas neuras inventando seu pai Frankenstein enquanto tenta matar seus desejos comprando seu prazer visual.
Mensagem: A vida não é fácil, deve ser o ralo. O cheiro não vem de mim vem do ralo, ou será que vem de mim? é o olho, o olho é do mal.

Sinopse: Lourenço (Selton Mello) é o dono de uma loja que compra objetos usados. Aos poucos ele desenvolve um jogo com seus clientes, trocando a frieza pelo prazer que sente ao explorá-los, já que sempre estão em sérias dificuldades financeiras. Ao mesmo tempo Lourenço passa a ver as pessoas como se estivessem à venda, identificando-as através de uma característica ou um objeto que lhe é oferecido. Incomodado com o permanente e fedorento cheiro do ralo que existe em sua loja, Lourenço vê seu mundo ruir quando é obrigado a se relacionar com uma das pessoas que julgava controlar.

Ficha técnica:
O cheiro do Ralo, Brasil, 2007, 112mins. Direção: Heitor Dhalia - Roteiro: Marçal Aquino e Heitor Dhalia, baseado em livro de Lourenço Mutarelli.
_____________________________________________________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário