terça-feira, 22 de julho de 2008

A Vida dos Outros (Das Leben Der Anderen,Alemanha,2006)
Minha nota: [10,0] -
Por Wendell Borges - 22/07/2008

Comentário: "1984 - Berlim Oriental. A glasnost ainda não havia surgido, a população da RDA (República Democrática da Alemanha) vive sob o rígido controle da Stasi, a polícia secreta da Alemanha comunista, sua força de 100 mil funcionários e 200 mil informantes salvaguarda a ditadura do proletariado. Seu objetivo declarado. Saber de tudo". Com esta informação o diretor e roteirista Florian Henckel Von Donnersmarck inicia sua obra-prima sobre a Alemanha comunista da década de 80 narrando uma história tensa e envolvente com bons atores e que deixa você pensando por horas a fio ao final da projeção.

A trama gira em torno de Georg Dreyman (Sebastian Koch) um dramaturgo da Alemanha Oriental que é considerado o modelo perfeito de cidadão para o país, Dreyan é casado com a atriz Christa-Maria Sieland (Martina Gedeck) e tem vários amigos que são suspeitos de serem contra o regime comunista da parte oriental. O capitão Anton Grubitz (Ulrich Tukur) e o tenente-coronel Hauptmann Gerd Wiesler (Ulrich Muhe)começam a investigar Dreyan para descobrir se ele é realmente o artista fiel à causa comunista que diz ser. Anton grampeia toda a casa de Dreyan e passa a vigiá-lo 24 horas por dia com a ajuda de Udo (Charly Hubner). Para não comentar mais nada do filme finalizo este comentário dizendo que dos quase 2.000 filmes que assisti até hoje dia 22/07/2008 A vida dos Outros com certeza está na lista entre os dez melhores. O filme ganhou diverso prêmios incluindo o BAFTA e o Oscar de melhor filme estrangeiro em 2007. Obrigatório!!!!

Obs: O diretor tem 2m 05 cm de altura e nasceu em 02/05/1973 em Cologne,Alemanha.

Anotações para quem já viu o filme (Wendell Notes)

1 - Escritores são engenheiros da alma - frase que Stalin disse a Paul Hauser, ministro que havia pronunciado sem saber de quem era exatamente.

2 - sabe o que lenin disse sobre a apassionata de beethoven? se eu a continuar ouvindo nao levarei a cabo a revolução. será que algume que escute essa música possa ser uma pessoa má?

Sinopse: Georg Dreyman (Sebastian Koch) é o maior dramaturgo da Alemanha Oriental, sendo por muitos considerado o modelo perfeito de cidadão para o país, já que não contesta o governo nem seu regime político. Apesar disto o ministro Bruno Hempf (Thomas Thieme) acha por bem acompanhar seus passos, para descobrir se Dreyman tem algo a esconder. Ele passa esta tarefa para Anton Grubitz (Ulrich Tukur), que a princípio não vê nada de errado com Dreyman mas é alertado por Gerd Wiesler (Ulrich Mühe), seu subordinado, de que ele deveria ser vigiado. Grubitz passa a tarefa a Wiesler, que monta uma estrutura em que Dreyman e sua namorada, a atriz Christa-Maria Sieland (Martina Gedeck), são vigiados 24 horas. Simultaneamente o ministro Hempf se interessa por Christa-Maria, passando a chantageá-la em troca de favores sexuais.

Premiações
- Ganhou o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro.

- Recebeu uma indicação ao Globo de Ouro de Melhor Filme Estrangeiro.
- Ganhou o BAFTA de Melhor Filme Estrangeiro, além de ser indicado nas categorias de Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Ator (Ulrich Mühe) e Melhor Roteiro Original.
- Ganhou o Independent Spirit Awards de Melhor Filme Estrangeiro.
- Ganhou 3 prêmios no European Film Awards, nas categorias de Melhor Filme, Melhor Ator (Ulrich Mühe) e Melhor Roteiro. Foi ainda indicado nas categorias de Melhor Diretor, Melhor Atriz (Martina Gedeck) e Melhor Trilha Sonora.
- Ganhou o Grande Prêmio do Cinema Brasileiro de Melhor Filme Estrangeiro.
- Ganhou o Prêmio Bodil de Melhor Filme Não-Americano.
- Ganhou o Prêmio do Público no Festival de Locarno.
- Ganhou o Prêmio do Público no Festival de Rotterdam.
- Ganhou o Prêmio do Público no Festival de Montreal.
- Ganhou o Prêmio do Público e o de Melhor Ator (Ulrich Mühe), no Festival de Copenhagen.

Curiosidades
- A atriz Nicolette Krebitz fez testes para a personagem Christa-Maria Sieland.
- É o recordista de indicações na história da premiação anual da Alemanha, tendo recebido 11 indicações.
- O orçamento de A Vida dos Outros foi de US$ 2 milhões.

Ficha Técnica: Das Leben Der Anderen,Alemanha,2006, 137 mins. Direção e roteiro: Florian Henckel Von Donnersmarck.
_____________________________________________________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário