quinta-feira, 31 de julho de 2008

Olhos Famintos 2 (Jeepers Creepers 2, EUA,2003,104 mins)
Minha nota: [6,9] -
Por Wendell Borges - 31/07/2008

Comentário: "A cada 23 primaveras, durante 23 dias, ele precisa comer" Esta continuação do razoável sucesso Olhos famintos (2001) tem início após dez dias dos eventos trágicos do primeiro filme, faltando poucos dias para encerrar o tempo do ciclo de alimentação do demônio alado, o tal Jeepers Creepers que dá título ao filme.

Nada é revelado sobre a origem da criatura e pelo que andei lendo haverá no futuro um filme da franquia que explicará como a criatura surgiu e a história irá se passar no velho oeste, o que talvez explique um pouco do estilo da criatura, com sua vestimenta e o chapéu de cowboy.

A trama tem início com o fazendeiro Taggart (Ray Wise), e seus dois filhos, Jack (Luke Edwards) e Billy (Shaun Flemming), estão trabalhando num milharal cercado de espantalhos, quando o garoto Billy é atacado e levado como alimento pelo demônio alado (novamente interpretado por Jonathan Breck), sem poder fazer nada para ajudar o filho Taggart olha impotente e cheio de vingança para a criatura que some diante de sua vista levando o pobre Billy. Em seguida começamos a acompanhar um ônibus escolar percorrendo uma estrada pouco movimentada de uma região rural (East 9).

Dentro do ônibus está um grupo de estudantes adolescentes (os galos de Bannon) jogadores de basquete que acabaram de conquistar um campeonato,alguns comemoram enquanto um jovem parece aborrecido por ter jogado apenas 12 minutos e parece sentir raiva de um companheiro que teve mais destaque na partida, são os rivais Deaundre Davis (Garikayi Mutambirwa) e Scott Braddock (Eric Nenninger), além de três líderes de torcida, Minxie Hayes (Nicki Lynn Aycox, a médium), Chelsea Farmer (Lena Cardwell) e Rhonda Truitt (Marieh Delfino), e a motorista Betty (Diane Delano). Entre os homens, há também a presença dos dois treinadores, Charlie Hanna (Thom Gossom Jr.) e Dwayne Barnes (Tom Tarantini).

O ônibus é obrigado a parar quando um pneu é estourado misteriosamente por um dardo afiado feito com ossos e dentes pontiagudos (esta ação é anunciada no sonho de Minxie quando ocorre pela segunda vez, ela vê o demônio Jeepers Creepers arremessando o dardo do pneu enquanto os fantasmas de Billy e Darius (Justin Long do primeiro filme tentam avisa-la do perigo).

Com a chegada da noite as pessoas o demônio alado cerca as vítimas no ônibus e aí começa um intenso jogo de gato e rato, caçador e presa onde o demonio logicamente leva toda a vantagem e vai devorando as vítimas escolhidas gerando muita carnificina, correria e brigas entre os sobreviventes.

Acuados e amedrontados os jovens começam a demonstrar o instinto de sobrevivência onde o ditado popular “cada um por si e Deus por todos” vem bem ao encontro da situação. Dirigo por Victor Salva, autor também do primeiro filme Olhos Famintos 2 tem muito mais ação que o primeiro filme, bons efeitos especiais bem aproveitados pelo orçamento de aproximadamente 25 milhões de dólares e um elenco razoável para produções deste tipo. Vale a pena arriscar, mas só se você for fã do gênero Trash de Horror.

Obs: De acordo com o dicionário Inglês-Português "Michaelis", "Jeepers" significa uma interjeição usada para definir uma exclamação de admiração ou emoção e "Jeepers Creepers" é um eufemismo para a expressão "Jesus Christ", bastante utilizada como gíria entre os americanos. Além destes significados é também uma referência à canção homônima de Johnny Mercer, gravada em 1938 por Louis Armstrong.

Sinopse: Um ônibus escolar, repleto de jogadores de basquete, cheeleaders e técnicos, fica parado no meio de uma estrada deserta. Lá eles precisam confrontar um perigoso monstro, que ressurge a cada 23 anos. Ao mesmo tempo um fazendeiro e seu filho partem em busca do monstro, na intenção de destruí-lo de uma vez por todas.

Ficha Técnica: Jeepers Creepers 2, EUA,2003,104 mins - Direção e roteiro: Victor Salva.
_____________________________________________________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário