sexta-feira, 19 de setembro de 2008

Sonata de Outono (Hostsonaten,Alemanha Ocidental/França/Suécia,1978,99mins)
Minha nota: [10,0] -
Por Wendell Borges - 19/09/2008

Comentário: Ingmar Bergman (1918-2007) era também um diretor de Teatro, e toda esta sua experiência tanto com textos teatrais quando na direção dos atores ele trouxe com maestria para o cinema. O filme Sonata de Outono acontece quase inteiramente dentro da casa de Eva, personagem vivida pela atriz Liv Ullman. Eva é uma mulher frustrada e que tenta ser feliz ao lado do marido Viktor (Halvar Bjork). Quando a mãe de Eva resolve visitá-la após sete anos de ausência, um conflito psicológico entre mãe e filha começa a ser construído.

A atriz Ingrid Berman (1915-1982) está excelente no papel de Charlotte Andergast, a mãe ególatra de Eva que a desprezava e não lhe deu o carinho e o amor que uma mãe verdadeira deveria dar aos filhos. Eva está cuidando da irmã Helena (Lena Nyman), que sofre de paralisia cerebral e havia sido colocada pela mãe em um asilo.

As atuações do excelente elenco unidas à sempre belíssima fotografia do gênio Sven Nykvist e a direção sempre elegante e competente do mestre Bergman, fazem de Sonata de Outono mais uma obra-prima destes genias criadores de imagens em movimento.

Obs: O ator Halvar Bjork (o marido de Eva) faleceu no ano 2000. (1928-2000)

Obs 2:
O filme Sonata de Outono foi rodado na Noruega, onde Bergman estava exilado, pois estava sendo acusado de sonegação de impostos na Suécia.

Obs 3: Ingrid Berman (que naõ tem nenhum grau de parentesco com o diretor Ingmar Bergman) ficou famosa pelo papel de llsa Lund no filme Casablanca (1942). Ela foi indicada ao oscar de melhor atriz em 1979 (51ºoscar), perdendo para Jane Fonda, que venceu a disputa com o filme Amargo Regresso. Ela ganhou um oscar de melhor atriz e outro de melhor atriz coadjuvante. O de melhor atriz por seu trabalho no filme À Meia Luz no 17º oscar em 1945, direção de George Cukor. O de melhor atriz coadjuvante em 1975 no filme "Assassinato no Expresso Oriente". Em 1944 (16º oscar) ela foi indicada a melhor atriz, perdendo para Jennifer Jones, que foi eleita melhor atriz por seu papel em "A canção de Bernadette".

Anotações para quem já viu o filme Sonata de Outono (Wendell - notes)

1 - No começo do filme, Viktor (Halvar Bjork) o marido de Eva (Liv Ullman), a observa a distância e fala sobre o amor que sente por ela. Além de narrar algumas das características sobre sua forma de agir.

2 - Charlotte Andergast (Ingrid Bergman), a mãe de Eva chega para passar alguns dias com ela. Eva fala sobre sua vida simples, tocando piano na paróquia e vivendo ao lado do marido em um local pacato. A mãe fica surpresa ao saber que a filha Helena (Lena Nyman) está vivendo com Eva. Helena tem problemas com paralisia cerebral. Eva revela que a trouxe para morar com ela há dois anos.

3 - "É preciso aprender a viver. Eu treino todos os dias. Meu maior obstáculo é eu não saber quem sou. Vou tropeçando, às cegas. Se alguém me amar do jeito que eu sou talvez eu finalmente me arrisque a olhar para mim mesma. Para mim, essa possiblidade é bastante remota." Pensamentos de EVa escritos em um de seus dois livros publicados. Nesta cena Viktor pega o livro da estante e lê para o espectador.

4 - Eva leva Charlotte para ver Helena. Charlotte finge estar contente em ver a filha que ela havia deixado em um asilo para poder continuar vivendo sua carreira de pianista famosa. Na verdade ela sente vergonha da filha como a própria revela quando tranca-se no quarto e começa a divagar sobre sua vida.

5 - Charlotte fala sobre seu amigo Leonardo (George Lokkeberg), com quem visitou e fez companhia, ele era seu amigo há 18 anos.

6 - Ser adulto é ser capaz de lidar com sonhos e anseios. (fala de Viktor enquanto Eva preparava a mesa para o jantar)

7 - "É como um fantasma caindo em cima de você quando você abre a porta do bercário tendo esquecido que é o berçário." (Eva fala o pensamento de um escritor cujo nome não lembrava. Nesta cena ela conversava com o marido enquanto arrumava a mesa para o jantar.)

8 - Eva toca um prelúdio de Chopin para sua mãe ouvir. Em seguida a própria Charlotte toca o mesmo prelúdio dando uma aula de como o prelúdio deve ser tocado.

9 - Eva fala sobre o filho Erik que morreu afogado quando tinha 4 anos. Charlotte nunca chegou a conhecer o neto. Charlotte fala que na época em que o neto faleceu ela estava gravando todas as sonatas de Mozart. Total frieza sentimental com relação aos sentimentos de Eva.

10 - Ao tocar a parte lenta da sonata de HammerKlavier você deve sentir que o mundo não tem limites em uma atividade que você nunca entenderá nem exloprará. Eva falando à mãe sobre suas emoções ao tocar a sonata nº 29 em Si bemol Maior de Beethoven. (A partir de 1818, Ludwig, aparentemente recuperado, passou a compor mais lentamente, mas com um vigor renovado. Surgem então algumas de suas maiores obras: a Sonata nº 29 em Si bemol Maior, Op.106, intitulada de Hammerklavier)

11 - Charlotte tem um pesadelo, uma mão lhe toca o rosto e ela acorda assustada.

12 - Charlotte mostra o livro de Adam Kretzinsky, intitulado "The drivel" que ela estava lendo na cama. "Eu o conheci em Madri. Ele é louco de pedra." A curiosidade nesta cena é que a foto que aparece no livro não é a de Adam Kretzinsky, mas sim a de Ingmar Bergman. TRECHO DO LIVRO LIDO: Ela lhe ofereceu a flor vermelha de sua virgindade. Ele aceitou sem esntusiasmo. (Que lixo, diz Charlotte ao terminar de ler o trecho do livro de Adam Kretzinsky)

13 - Quando tomava vinho conversando com a mãe, Eva desabafa todo o seu ódio e rancor para com a mãe. Ela fala do relacionamento que Charlotte teve com um tal Martin, com quem viveu durante 8 meses mesmo ainda estando casada. Eva fala do filho que teve que abortar, filho este que teve com um antigo namorado chamado Stefan.

14 - Há uma cena já perto do final do filme quando Charlotte vai embora. Ela está no ônibus conversando com Paul, um amigo,e então ela diz: Por que ela não morre?" referindo-se à filha doente Helena. Esta cena me fez lembrar a do filme As chaves de Casa com Charlotte Rampling. A diferença é que a personagem Nicole (Charlotte Rampling) no filme As chaves de casa cuidava da filha com todo o amor e carinho, mesmo sentindo que isto atrapalhava sua vida, já a personagem de Ingrid Bergman jamais cuidou das filhas.

15 - No final, Eva escreve uma carta para a mãe, a carta é lida pelo marido e depois por Charlotte. Ela olha com os olhos cheios de lágrima para a tela (close-up) e então sentimos uma esperança de que mãe e filha venham a se reconciliar no futuro.

16 - A palavra sonata1 - Dicionário: Aurélio
[Do it. sonata.]
S. f. Mús.
1. No séc. XVI, qualquer peça de polifonia vocal quando executada por instrumentos, em oposição à cantata (3) e à tocata2 (1).
2. No séc. XVI, composição do tipo da canção polifônica, mas escrita para conjunto de instrumentos de arco ou para órgão, e sem forma obrigada: 2
3. Durante o séc. XVII, peça instrumental semelhante à suíte (2).
4. No último quartel do séc. XVII, peça instrumental monotemática, de construção ternária (q. v.), e que consta de três movimentos, alternadamente rápidos e lentos, como na antiga suíte, mas que, em vez de serem designados pelos nomes de danças, o são pelos respectivos andamentos (alegro, adágio, presto): 2 [Cf., nesta acepç., sonata bitemática e construção ternária.]
5. Sonata clássica (q. v.): 2
6. Sonata cíclica (q. v.).
7. Modernamente, peça instrumental em que a estrutura clássica se transforma pela adoção da escrita linear e da politonalidade, pelo emprego de quartos de tom, etc. [Dim.: sonatina.]



Ingrid Bergman
Idade: 67 anos
Nascimento: 29/08/1915
Falecimento: 29/08/1982 (câncer no seio)
País de nascimento: Suécia
Local de nascimento: Stockholm - Suécia
Local de Falecimento: Londres - Inglaterra
Altura: 1m 75cm



Filmografia
: Ingrid Bergman (ordenada por ano)

1982 - A woman called Gloria (TV)
1978 - Sonata de outono (Hostsonaten)
1976 - Questão de tempo (A matter of time)
1974 - Assassinato no Orient Express (Murder on the Orient Express)
1973 - A aventura da descoberta (From the mixed-up files of Mrs. Basil E. Frankweiler)
1970 - Caminhando sob a chuva da primavera (Walk in the spring rain)
1970 - Langlois
1969 - Flor de cacto (Cactus flower)
1967 - Stimulantia
1965 - O Rolls-Royce amarelo (The yellow Rolls-Royce)
1964 - A visita (Visit, The)
1961 - Mais uma vez adeus (Goodbye again)
1958 - A morada da sexta felicidade (The inn of the sixth happiness)
1958 - Indiscreta (Indiscreet)
1956 - As estranhas coisas de Paris (Elena et les hommes)
1956 - Anastacia, a princesa esquecida (Anastasia)
1955 - O medo (La paura)
1954 - Joana D'Arc de Rossellini (Giovanna D'Arco al rogo)
1953 - Nós, as mulheres (Siamo donne)
1953 - Viagem pela Itália (Viaggio in Italia)
1951 - Europa'51
1949 - Stromboli (Stromboli, terra de Dio)
1949 - Sob o signo de capricórnio (Under capricorn)
1948 - Joana D'Arc (Joan of Arc)
1948 - O arco do triunfo (Arch of triumph)
1946 - Interlúdio (Notorious)
1945 - Quando fala o coração (Spellbound)
1945 - Mulher exótica (Saratoga trunk)
1945 - Os sinos de Santa Maria (The bells of St. Mary's)
1944 - Swedes in America
1944 - À meia luz (Gaslight)
1943 - Por quem os sinos dobram (For whom the bell tolls)
1942 - Casablanca (Casablanca)
1941 - Fúria no céu (Rage in heaven)
1941 - O médico e o monstro (Dr. Jekyll and Mr. Hyde)
1941 - Os quatro filhos de Adão (Adam had four sons)
1939 - Intermezzo, uma história de amor (Intermezzo)
1938 - En enda natt
1938 - Juninatten
1938 - A mulher que vendeu a alma (En kvinnas ansikte)
1938 - Dollar
1938 - Die 4 gesellen
1936 - Pa solsidan
1936 - Intermezzo (Intermezzo)
1935 - Valborgsmassoafton
1935 - Swedenhielms
1935 - Ocean breakers
1935 - Munkbrogreven
1935 - Branningar
1934 - Count of the monk's bride, The

Prêmios e indicações da atriz Ingrid Bergman

- Recebeu 6 indicações ao Oscar, na categoria de Melhor Atriz, por suas atuações em "Por Quem os Sinos Dobram" (1943), "À Meia Luz" (1944), "Os Sinos de Santa Maria" (1945), "Joana D'Arc" (1948), "Anastacia, a Princesa Esquecida" (1956) e "Sonata de Ourono" (1978). Venceu em 1944 e 1956.
- Ganhou o Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante, por sua atuação em "Assassinato no Orient Express" (1974).
- Recebeu 2 indicações ao Globo de Ouro, na categoria de Melhor Atriz, por suas atuações em "À Meia Luz" (1944) e "Os Sinos de Santa Maria" (1945). Venceu em 1945.
- Recebeu 2 indicações ao Globo de Ouro, na categoria de Melhor Atriz - Drama, por suas atuações em "Anastacia, a Princesa Esquecida" (1956) e "Sonata de Outono" (1978). Venceu em 1956.
- Recebeu uma indicação ao Globo de Ouro, na categoria de Melhor Atriz - Comédia/Musical, por sua atuação em "Flor de Cacto" (1969).
- Ganhou o Globo de Ouro de Melhor Atriz - Minissérie/Filme para TV, por sua atuação em "A Woman Called Gloria" (1982).
- Recebeu uma indicação ao BAFTA, na categoria de Melhor Atriz Estrangeira, por sua atuação em "A Morada da Sexta Felicidade" (1959).
- Ganhou o BAFTA de Melhor Atriz Coadjuvante, por sua atuação em "Assassinato no Orient Express" (1974).
- Ganhou um César honorário, em 1976.

Curiosidades sobre a vida e carreira de Ingrid Bergman

- Foi casada com o diretor Roberto Rossellini, entre 1950 e 1957.
- É mãe da atriz Isabella Rossellini.
- Foi escolhida pela revista Empire a 30ª atriz mais sexy da história do cinema.

Sinopse do filme Sonata de Outono: Depois de ser uma mãe negligente por anos, a famosa pianista Charlotte visita sua filha Eva em sua casa, onde descobre que Helena, outra filha sua, mentalmente deficiente, também lá mora. Aos poucos a tensão entre Charlotte e Eva vai crescendo.

Ficha Técnica: Direção: Ingmar Bergman - Roteiro: Ingmar Bergman - Gênero: Drama/Música - Origem: Alemanha Ocidental/França/Suécia - Duração: 99 minutos.
__________________________________________________________________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário