sexta-feira, 17 de outubro de 2008

Antes da Revolução (Prima della rivoluzione, Itália,1964,115 mins)
Minha nota: [8,0] -
Por Wendell Borges - 17/10/2008

"Clélia é a parte da cidade que eu rejeitei. Clélia é o viver fácil que eu não quero aceitar."

Comentário: Este é o segundo filme do mestre Bertolucci, inspirado no livro A Cartuxa de Parma, do escritor francês Stendhal (1783-1842). Filmado em 1964, Antes da Revolução narra o romance de um jovem chamado Fabrizio (Francesco Barilli - 1943) com a personagem Gina,sua tia, uma belíssima e depressiva mulher, interpretada por Adriana Asti(1933) .

Fabrizio é um burguês que vive conflitos político-ideológicos despertados por suas conversas com um professor Marxista, Cesare (Morando Morandini), e Agostino (Allen Midgette) um amigo depressivo, o qual em certo momento do filme, Fabrizio aconselha a ir assistir o filme "O Rio Vermelho", um clássico faroeste americano dirigido por Howard Hawks (seria a intenção de Fabrizio retirar a carga depressiva do amigo, nem que fosse pelas pouco mais de duas horas deste filme?). Com ritmo bastante lento, planos longos e muitos diálogos, Antes da Revolução exige paciência do espectador, mas como dizia o próprio Bertolucci, não faço filmes para agradar o público, mas sim, faço filmes para que estes sejam obras únicas. Há no filme uma interessante e empolgante conversa entre Fabrizio e um amigo cinéfilo, interpretado pelo ator Gianni Amico (1933-1990), que não cansa de repetir que não se pode viver sem Rosselini (1906-1977), talvez na essência ele queira dizer, não se pode viver sem a arte, principalmente, após o século XX, não se pode viver sem o cinema.


Anotações para quem já viu o filme (Wendell - Notes)

“Quem não viveu os anos anteriores à revolução, não pode saber o que é a alegria de viver”.

Simbologia: Clelia, interpretada por Cristina Pariset, serve como metáfora para representar o conflito vivido por Fabrizio, que vive entre os ideais burgueses e comunistas, e no final, acaba se casando com a burguesia ao unir-se em matrimônio com Clelia.
Talleyrand 1 - Agostino. Vá assistir O Rio Vermelho no Cine Pace, não perca!!

2 - Continuavam dormindo, um verdadeiro escândalo, pois todos estavam indo para a missa!

3 - Fine primo tempo - Secondo tempo - Uma imagem colorida encerra o primeiro ato do filme.

4 - Há filmes que vi oito. Até quinze vezes. É possível viver sem Hitchcock e Rosselini? (...) O cinema é somente uma questão de estilo. (...) Sou um chato que só fala de Cinema. (...) Lembre-se Fabrizio, não se pode viver sem Rosselini.

5 - Gosto de voce porque ainda não é um homem. (Diz a tia de Fabrizio, Gina, falando-lhe sobre como odeia os homens com suas mulheres e suas famílias.)

6 - Suicidou-se com barbitúricos, você não leu o jornal? ( Há uma conversa entre duas mulheres sobre a morte de Marylin Monroe) - É sensacionalismo barato (complementa uma das moças que não acredita no ocorrido) Fabrizio está ao lado e diz que o povo acredita em tudo.

7 - Proletários de todo o mundo, uni-vos - diz Fabrizio em tom angustiado.

8 - Gina beija um jovem, mas não é Fabrizio, ele se casou com a belíssima Clelia (Christina Pariset)

9 - Anna Karina (1940) será o que é Louise Brooks (1906-1985) hoje, a marca de uma geração? a Hollywood clássica
“Cinema é Humphrey Bogart e Lauren Bacall num filme de Howard Hawks.

FINE

Sinopse: Inspirado nas personagens do livro "A Cartuxa de Parma", do escritor francês Sthendal. A versão para o cinema mostra a consumação por meio do sexo do amor platônico que a tia marquesa de Sanseverina sentia pelo sobrinho Fabrizio del Dongo e o casamento de Fabrizio com Clelia Conti. Politizado, Fabrizio é um comunista, mas não crê na "revolução de um dia". Gina, a tia, depois de um casamento fracassado, casa-se por dinheiro e muda-se para a sofisticada Milão. Nos feriados, volta para a casa da irmã e passa as noites no leito com o sobrinho e os dias passeando por Parma, fazendo compras e procurando ao máximo não se envolver com política.

Ficha Técnica: Prima della rivoluzione, 1964-Direção: Bernardo Bertolucci - » Roteiro: ? Gênero: Drama - Origem: Itália - Duração: 115 minutos.
____________________________________________________________________________

Um comentário:

  1. Há um blogueiro que assistiu a este filme recentemente e me passou que é um dos melhores de Bernardo Bertolucci, mas do cineasta eu só encontro os seus filmes mais populares por aqui.

    ResponderExcluir