sábado, 25 de outubro de 2008

Gaviões e Passarinhos (Uccellacci e uccellini,Itália,1966,89 mins)
Minha nota: [8,5] -
Por Wendell Borges - 25/10/2008

Comentário: Pier Paolo Pasolini (1922-1975), um dos grandes artistas italianos, daqueles adeptos do multiculturalismo, onde uma única forma de arte não era o bastante para suprir sua ânsia de expressão, deixou um grande legado de filmes e obras poéticas contestadoras, sempre refletindo os conflitos políticos e religiosos da humanidade. A prosa e a poesia não foram suficientes para Pasolini, que deixou também nas imagens toda sua veia poética e militância política.

Gaviões e Passarinhos é uma obra alegórica, baseada em novela do próprio Pasolini, feita de forma episódica, quase como uma poesia filmada, onde acompanhamos dois personagens, o grande ator Totó (1898-1967), interpretando dois personagens, o pai e o frade Totó, contracenando com o ator Ninetto Davoli (1948), que interpreta o filho e o frade companheiro. O filme nos faz refletir sobre a condição humana, as classes políticas, predador e presa, e nos deixa a pergunta: O mais forte sempre irá se impor sobre o mais fraco? Não importa a pregação ou a evangelização de Gaviões e Passarinhos, pois quando a fome começa, o Gavião sempre irá caçar e matar os passarinhos. Isto se reflete nas sociedades humanas, onde os burgueses ricos irão continuar com sua exploração das massas pobres, e a luta entre as classes parece ser uma questão da natureza humana. A luta pela sobrevivência entre predadores e presas.

Obs 1: Totó faleceu de um ataque cardíaco um ano após as filmagens de Gaviões e Passarinhos, em 1967.

A misteriosa morte de Pasolini: Pasolini era um homossexual assumido, morreu em condições misteriosas, fora assassinado em 1975 por um garoto de programa. Seu rosto foi encontrado todo desfigurado em um praia tranquila de Ostia. Os motivos de seu assassinato continuam gerando polêmica até hoje, sendo associados a crime político ou um mero latrocínio. Existe um estudo minucioso de âmbito acadêmico, que ostenta a questão do crime político.

Anotações para quem já viu o filme (Wendell - Notes)

1 - A estrada começa e a viagem já acabou.

2 - Na rua dos mortos de fome. Número 23. Pai (Toto Innocenti interpretado por Totó) e filho (Ninetto, interpretado por Ninetto Davoli) conversam com um corvo.Grazia Semplicetti é a mãe de Ninetto, a personagem é apenas citada por ele e não aparece no filme.

* Ninetto contempla a belíssima atriz Rossana Di Rocco, vestida de anjo.

3 - Meus pais são o sr.dúvida e a sra. consciência. (palavras do corvo)

4 - Os falcões que são prepotentes e os passarinhos, humildes.

5 - Irmão Ninetto (Davoli) é arremessado de um lado para o outro por alguns jovens que zombavam do Irmão Cicillo (Toto)

6 - Para quem tivesse dúvidas ou estivesse distraído lembramos que o corvo é um intelectual de esquerda digamos assim, desde antes da morte de Palmiro Togliatti.

7 - Um senhor chamado Pasquale Rechiabella pede ajuda a Toto e Ninetto para empurrar o carro enguiçado. Ele está acompanhado de uma mulher grávida, um negro com hemorróidas, um homem de muletas e um outro velhinho que havia feito as unhas. Toto e Ninetto empurram o carro, mas este não pega ignição. (Tiro Lococo é o nome do velhinho que havia feito as unhas, Ficha Limpa é o nome do homem de muletas, Urganda a desconhecida é a loura grávida, Anibale o vegetariano é o negro com hemorróidas, os filhos dele chamam-se Quempagapouco e o outro Colgatecomgardol.

8 - Toto vai pedir o aluguel a uma pobre senhora, demonstra total frieza, neste momento simbolizando o predador.

9 - Urganda(Lena Lin Solaro) pariu uma menina. Tiro Lococo comemora mais uma boca para alimentar. Eles dão o nome de Benvinda à menina.

10 - Toto vai até a casa de um engenheiro o qual ele está devendo dinheiro, ambos são atacados por dois cães. Toto pede desculpas por não ter o dinheiro, fala que tem 18 filhos para alimentar e que Ninetto bateu com o trator em um carro e ele teve que pagar. O engenheiro o ameaça de prendê-lo caso a dívida não seja paga.

11 - Ninetto e Toto encontram uma bela mulher chamada Luna (Femi Benussi - 1965-1983), ela estava sentada em um caixote olhando as andorinhas. 100 metros adiante Toto sente dor de barriga e corre para defecar no milharal. (Toto sonha com Luna enquanto defecava) Na sequencia, Ninetto também sente dor de barriga, vai até o milharal e assim como o pai chama Luna e começa a conversar com ela (sonho novamente?) Ele elgoia os seios de Luna.

12 - Após comerem o corvo que os acompanhava, Ninetto e Totó seguem andando pela estranha. Um avião decola vôo à esquerda da tela. FINE

Sinopse: O idealismo do socialismo é discutido em diálogos entre Innocenti Totó, seu filho Innocenti Ninetto e uma gralha falante, enviada por São Francisco para rezar pela humanidade. A ironia, desde os nomes dos personagens até a imagem do pássaro falante, resvala para a condição humana quando, após longa caminhada, eles sentem fome.

Ficha Técnica: Direção e roteiro: Pier Paolo Pasolini - Ano: 1966 - País: Itália - Gênero: Comédia - Duração: 89 min. / p&b - Título Original: Uccellacci e Uccellini - Título em inglês: Hawks and Sparrows .
_________________________________________________________________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário