domingo, 12 de outubro de 2008

La Luna (Itália,1979,142 mins)
Minha nota: [6,9] -
Por Wendell Borges - 12/10/2008

Comentário: O diretor Bernardo Bertolucci ficou famoso internacionalmente quando dirigiu o polêmico filme O Último Tango em Paris no ano de 1972, com Marlon Brando e Maria Schneider no elenco. Em 1976 ele retorna com a obra 1900 (uma retrospectiva histórica da Itália desde o início do século XX até o final da segunda guerra mundial), três anos depois o diretor volta a polemizar, desta vez com uma estória sobre uma cantora de ópera, interpretada pela atriz Jill Clayburgh (1944), e sua relação intensa, conturbada e incestuosa com o filho Joe Silveri, interpretado pelo ator Matthew Barry.

O grande problema do filme, além da duração excessiva, é a fraca atuação do jovem ator Matthew Barry (nos dias atuais trabalha como diretor de casting), tinha apenas 17 anos quando atuou em La Luna. O ator Roberto Begnini (1952) faz uma pequena ponta como um decorador.

O roteiro do filme é do próprio Bertolucci com a colaboração de Franco Arcalli, parceiro de Bertolucci e que também ajudou a escrever os roteiros de O Último Tango em Paris e 1900. Arcalli faleceu em 1978 aos 59 anos. O filme centra-se na relação mãe e filho e aborda conceitos de psicanálise, como o complexo de Édipo. Há cenas bastante ousadas e mesmo com seus defeitos o filme deve ser visto pela intensidade com que Bertolucci trabalha suas personagens, mesmo que aqui os atores principais não tenham sido bem escolhidos.

Obs: Bertolucci estava envolvido com Psicanálise na época do filme e há toda uma simbologia em La Luna envolvendo a temática do complexo de édipo.

Obs 2: Há ainda a participação de Alida Vali (1921-2006), estrela italiana renomada, no papel da avó de Joe. E o ator Franco Citti que aparece dançando com Joe em um bar (ao som de Bee Gees).

Obs 3: A fotografia ficou por conta de Vittorio Storaro, que também trabalhou em O Último Tango em Paris e 1900.

Algumas poucas anotações que fiz enquanto via o filme (Wendell - Notes)

1 - O menino Joe se engasga e a mãe lhe dá batidas nas costas.

2 - Doglas, o pai de Joe, morre enquanto saia no carro. Ele estava bebendo, mas não morreu do acidente. Joe e Cateria correm para ve-lo, Joe bate no vidro do carro vendo o pai morto. Em seguida, o enterro.

3 - O final é um tanto confuso, o verdadeiro pai de Joe lhe dá um tapa, Joe se afasta e senta em uma cadeira ao lado da namorada. Seu pai, Giuseppe sorri para ele e assiste a apresentação de Caterina (Jill). Momentos antes, ele pergunta se Joe é seu filho, ela aponta para a arquibancada e Joe aplaude o encontro dos dois. Afinal, ele sabia ou não que o filho era dele?

Sinopse: Cantora de ópera tem relação problemática com o filho adolescente. Quando descobre que ele está envolvido com drogas, tenta reatar os laços, recorrendo ao erotismo.

Ficha Técnica: Título original: La Luna (Itália, 1979) - Diretor: Bernardo Bertolucci - Elenco: Jill Clayburgh, Matthew Barry, Veronica Lazar, Tomas Milian, Renato Salvatori, Alida Valli, Stéphane Barat, Fred Gwynne, Franco Citti, Roberto Benigni.Idioma: Inglês (2.0) - Legendas: Português - Gênero: Drama - Duração: 142 min. Cor - Distribuidora: Versátil.
________________________________________________________________________________

2 comentários:

  1. Sophia Andrew1:50 PM

    Acho que deveria prestar mais atenção ao filme.

    Giuseppe sabia que tinha um filho, mas quando Joe foi à sua casa, disse à ele que o mesmo havia morrido de overdose. Por isso Giuseppe pergunta à Catherina se é verdade sobre o filho deles (querendo saber se é verdade sobre a morte).

    ResponderExcluir
  2. Olá Sophia, obrigado pelo comentário esclarecedor, confesso que devo ter me distraído neste momento e preciso rever o filme para confirmar o que você diz.

    ResponderExcluir