quinta-feira, 2 de outubro de 2008

O Caçador de Pipas (The Kite Runner, EUA,122 mins)
Minha nota: [5,9] -
Por Wendell Borges - 02/10/2008

Comentário (não leia caso não tenha visto o filme ainda): Um filme que começa até razoavelmente bem, mas descanba de vez nos momentos finais e chega a tornar-se um balaio de clichês toscos. Gosto sempre de avaliar o filme pela sua proposta, se o filme é um drama em sua essência, talvez arriscar cenas cômicas, caso estas não forem muito bem construídas podem estragar bastante o conteúdo geral e portanto final. Qual foi então o grande problema de O caçador de Pipas? Além das atuações medianas, o filme tem cenas ridículas e forçadas que destoam e estragam o espetáculo visual e dramático. A emoção no meu caso não foi provocada e entendo que é difícil avaliar o filme quando se trata de sentimentos que para alguns podem ter funcionado.

Com certeza o livro deve ser infinitamente melhor, pois não é a toa que o escritor Khaled Hosseini tenha conseguido uma vendagem tão grande, sendo que seu romance no qual o livro baseou-se tenha ficado em 3º lugar entre os mais vendidos nos Estados Unidos em 2005. O filme esteve cercado de polêmicas, as crianças protagonistas tiveram de deixar o país devido às ameaças sofridas. A cena do estupro envolvendo o personagem Hassan (Ahmad Khan Mahmidzada) enfureceu parte do povo islâmico, tendo sua exibição proibida no Afeganistão. Este fato só contribui para aumentar o interesse das pessoas em ver o longa.

O roteiro escrito por David Benioff baseado no livro homônimo de Khaled Hosseini deixa muito a desejar, há cenas ridículas como a fuga de Amir com o sobrinho Sohrab, talvez soe melhor sendo apenas imaginada durante a leitura, na encenação entretando soa muito tosca, beirando filmes B onde elas são até compreensíveis por se tratarem de um produto propositadamente ruim, acredito eu que não tenha sido esta a intenção dos envolvidos neste projeto. Enfim, um filme fraco, com cenas dignas de filmes dramáticos B feitos para a TV e que não justifica todo o alarde feito em seu nome.

A direção que ficou por conta de Marc Foster (Em busca da Terra do Nunca e Mais estranho que a Ficção) não consegue imprimir a mesma qualidade de seus outros projetos.


Obs 1: Os hazaras são minorias xiita de origem mongol que vivem no Afeganistão, e são considerados pelos talibãs como raça inferior.

Sinopse: Kabul. Amir (Zekeria Ebrahimi) e Hassan (Ahmad Khan Mahmidzada) são dois amigos, que se divertem em um torneio de pipas. Após a vitória neste dia um ato de traição de um menino marcará para sempre a vida de ambos. Amir passa a viver nos Estados Unidos, retornando ao Afeganistão apenas após 20 anos. É quando ele enfrenta a mão de ferro do governo talibã para tentar consertar o ocorrido em seu passado.

Anotações para quem já viu o filme (Wendell - Notes)

MOMENTOS INICIAIS

1- São Francisco, Califórnia, ano 2000.
- Está pronto?
-Estou.Vamos. (um homem abraça uma mulher)
Corte. Plano de detalhe mostrando algumas caixas no chão.
- É o que estou pensando?
- Acho que sim.
- Está nervoso?
- Só espero que meu nome esteja certo.

2 - Amir Qadiri "Uma Estaça de Cinzas" - Nas caixas estavam remessas de livros do escritor Amir. Ele pega um exemplar e vai atender o telefone que tocava. Vemos em plano de detalhe a capa do livro. Após antender o telefone e ouvir a voz de Rahim Kahn, um amigo de infância que o convida para regressar ao seu país, a cena é cortada para Cabul no Afeganistão, ano 1978. Vemos alguns garotos empinando pipas.

3 - Amir e Hassan correm atrás da pipa cortada, começamos a ver o laço de amizade entre os dois e esta cena soa um tato forçada com Hassan pegando a pipa estrategicamente parando em um determinado local. (Afinal como ele adivinhou que a pipa iria parar justamente ali? )

4 - Amir incita Hassan a atirar uma pedra de baladeira em um cachorro. Vamos ver "Sete homens e um destino" de novo? Amir convida Hassa a ir ao cinema. Na tela grande do cinema passa imagens do filme Sete Homens e um destino". Amir e Hassan saem abraçados do cinema e discutem o filme, Hassan acha que Charles Bronson é iraniano. 3 garotos ameaçam Amir e Hassam, um deles chama-se Assef, o líder da gangue. Hassan os põe pra correr apontando a baladeira e ameaçando disparar.

5 - "Bravo" é gênio em italiano, diz Amir conversando com Hassan. Amir acabava de receber uma carta de Rahim elogiando a história que ele havia escrito. A história sobre um homem que acha um copo mágico. Toda vez que ele chora no copo as lágrimas se transformam em pérolas. Ele é muito pobre. No fim da história está sentado em um monte de pérolas com uma faca esanguentada nas mãos e sua mulher, morta. (Ele a matou? pergunta Hassan) Sim, responde Amir. (A matou para chorar e ter mais pérolas, completa Hassan. (Ele não poderia apenas cheirar uma cebola?) Pergunta Hassan a Amir do porque matar a esposa se havia outros meios de provocar as lágrimas

6 - Existe apenas um pecado. É o roubo. (Diz o pai de Amir, ironizando Os mulás) Todos os pecados são uma variação do roubo. Entende isso? Quando mata um home. Rouba sua vida.Rouba o direito de uma mulher ao seu marido. O direito dos filhos a um pai. Quando conta uma mentira, rouba o direito à verdade de uma pessoa. Não há ação mais maléfica que roubar.

7 - Amir lê "Rostam e Sohrab" para Hassan no dia de seu aniversário.

8 - Não é esse o carro que aparece em "Bullit"? pergunta Hassan a Amir sobre o novo carro do pai de Amir.

9 - Tio saifo! o pai de Amir leva ele e Hassam para visitar Saifo. Saifo vende pipas. Baba (Homayoun Ershadi) O pai de Amir dá a Hassan uma pipa de presente. O próprio Hassan escolhe a pipa.

10 - o duelo das pipas entre Omar e Amir soa um tanto sem graça (clichê). Amir consegue vencer e Hassan core atrás para tentar pegar a pipa de Omar.

11 - Viu um menino Hazara passando aqui com um casaco vermelho? pergunta Amir a um senhor.

12 - Assef estupra Hassan e o espanca. Amir apenas olha de longe com medo de ajudar.

13 - Os mulás querem controlar nossas almas e os comunistas dizem que não temos alma. (o pai de Amir) El Cid está em cartaz e o pai de Amir o convida para ir assistir.

14 - Ali, o pai de Hassan pergunta a Amir se ele sabe o que aconteceu com Hassan. Amir mente dizendo que acha que ele deve estar doente.

15 - Amir esconde o relógio que seu pai lhe dera de presente e diz que Hassan o roubou. O pai de Amir perdoa Hassan, apesar dele não ter roubado nada. Mas o pai de Hassan diz que vai embora e não trabalhará mais para o pai de Amir.

16 - Invasão Soviética. Dezembro de 1979. O pai de Amir discute com um soldado russo que queria fazer sexo com uma mulher que estava segurando um bebê no caminhão.

17 - 52:40 - pegar poesia

18 -Fremont, California. 1988.

19 - Amir conhece Soraya quando seu pai o apresenta ao general Iqbal Taheri. Um general condecorado em Cabul.

20 - Amir casa-se com Soraya, o pai dele vai até a casa do general fazero Khastegari. Soraya diz que quando tinha 18 anos fugiu com um homem afegão portanto, não era mais virgem, mas mesmo assim Amir casa-se com ela.

21 - Baba (O pai de Amir) morre. Então após o enterro o filme volta à cena inicial quando Amir fala no telefone com Rahim. Ele está muito doente e pede que Amir volte para o paquistão.

22 - O talebã é tão ruim quanto dizem? pergunta Amir a Rahim. Muito pior. Não permitem que você seja humano. Responde Rahim. Proibiram até as pipas.

23 - Trouxe Hassam e sua família para casa comigo. Rahim contando sobre os últimos acontecimentos e a morte de Hassan. Ele trouxe Hassan, sua esposa Farzana e seu filho Sohrab. Rahim ficou doente e teve que sair da casa que ficou aos cuidados de Hassan. Os talebãs invadiram a casa e disseram que Hassan era um Hazara mentiroso. Ele recusou-se a sair e levou um tiro na nuca de um Talebã.

24 - Amir descobre que Hassan era seu irmão por parte de pai. Rahim conta a ele que seu sobrinho Sohrab está em um orfanato, já que sua mãe também foi morta pelos talebãs. (A primeira mulher de Ali era de Jaghori. Depois de 5 anos ela o deixou sem filhos,e casou-se com um homem de Khost. Ela teve três filhos com ele. Ali era estéril.)

25 - O filme descanba para o trash na cena em que Amir encontra Assef e seu sobrinho Sohrab. Enquanto Amir era espancado por Assef Sohrab arma seu estilingue e acerta o olho de Assef. [clichê absurdo]

26 - Por você eu vou pegar mil vezes. Amir sai correndo atrás da pipa que ele cortou. Fim do fraquinho O caçador de Pipas.

Premiações
- Recebeu uma indicação ao Oscar de Melhor Trilha Sonora.
- Recebeu 2 indicações ao Globo de Ouro, nas categorias de Melhor Filme Estrangeiro e Melhor Trilha Sonora.
- Recebeu 3 indicações ao BAFTA, nas categorias de Melhor Filme Estrangeiro, Melhor Roteiro e Melhor Trilha Sonora.


Curiosidades
- A família do ator Ahmad Khan Mahmidzada tentou retirar a cena de estupro do filme.
- Em várias das cenas em que as crianças estão empinando pipas elas na verdade estavam empinando balões, com as pipas sendo inseridas na pós-produção.

Ficha Técnica: Título Original: The Kite Runner - Gênero: Drama - Tempo de Duração: 122 minutos - Ano de Lançamento (EUA): 2007 - Site Oficial: www.kiterunnermovie.com - Estúdio: DreamWorks SKG / Neal Street Productions / Wonderland Films / Participant Productions / Sidney Kimmel Entertainment / MacDonald/Parkes Productions - Distribuição: DreamWorks SKG / Paramount Pictures / UIP - Direção: Marc Forster - Roteiro: David Benioff, baseado em livro de Khaled Hosseini - Produção: William Horberg, Walter F. Parkes, E. Bennett Walsh e Rebecca Yeldham - Música: Alberto Iglesias - Fotografia: Roberto Schaefer - Desenho de Produção: Carlos Conti - Direção de Arte: Karen Murphy - Figurino: Frank L. Fleming - Edição: Matt Chesse - Efeitos Especiais: CafeFX / MK12 / Proof / Film Effects Co. Ltd.
___________________________________________________________________________________

Um comentário:

  1. Eu confesso que eu acho que não estava de bom humor quando eu assisti esse filme, pois a única lembrança que tenho dele é te der detestado quase que 100% do mesmo rs rs sei que parece exagero... acho que até teria que vê-lo novamente para deixar de odia-lo... mas se comparado as mensagens que o livro traz esse filme me decepcionou por demais... adorei a critica vlw msm mto informativa !!!!

    ResponderExcluir