quarta-feira, 29 de outubro de 2008

O Visitante Q (Visitor Q aka Bijitâ Q,Japão,2001,84 mins)
Minha nota: [9,0] -
Por Wendell Borges - 29/10/2008

Comentário (não leia caso não tenha visto o filme ainda): O diretor Takashi Miike em um de seus filmes mais bizarros. A trama gira em torno de uma família nada convencional. O pai é um repórter de TV chamado Kiyoshi Yamazaki (Kenichi Endo), logo no início o vemos em um motel com uma ninfeta, e pasmem, a menina é filha dele, a jovem Miki Yamazaki (Fujiko) é uma garota de programa e faz uma cena de sexo com o pai em um motel. A esposa de Kiyoshi, Keiko Yamazaki (Shungico Uchida), apanha com frequência do filho, o jovem Takuya Yamazaki (Jun Mutô). Ele por sua vez é vítima de colegas da escola que o espancam e o ridicularizam. Ele como que para se vingar desconta as frustrações na mãe. Para completar o circo de bizarrices aparece o tal Visitante Q, interpretado por Kazushi Watanabe. Ele ajuda Kiyoshi a fazer a reportagem sobre a violência dos jovens. Há outras cenas bizarras com Coprofagia e Necrofilia além da cena bastante tosca de keiko esguichando leite de seus seios para o deleite do Visitante Q. Este é um daqueles filmes que só assistindo para acreditar. Levemente inspirado no Teorema de Pier Paolo Pasolini que infelizmente ainda não assisti até a data desta postagem.

É a crise de valores da família burguesa, não só a japonesa, mas acredito que muitas das famílias ocidentais. O filme é um retrato totalmente exagerado da decadência destes valores e da violência urbana, mas se alguma providência não for tomada, não só por parte das autoridades competentes, mas por todos aqueles que compõem a sociedade, o futuro da humanidade será totalmente insano e cheios dos mais frios e sanguinolentos seres. Que logicamente não poderão mais ser chamados de humanos.

Anotações para quem já viu o filme (Wendell - Notes)

1 - Já alguma vez fizeste com o teu pai? Queres saber a verdade sobre os jovens de hoje. Os jovens contam o futuro do Japão. Esse futuro sem esperança.

Pássaro madrugador com uma ninfeta em um quarto de Motel.

2 - Takuya Yamazaki bate na mãe porque ela comprou a escova errada. Três garotos jogam fogos de artifício e quebram a janela do quarto de Takuya, ele se esconde embaixo da escrivaninha.

3 - Outra cena do filme que chama a atenção é quando Kiyoshi vai entrevistar alguns jovens e eles se revoltam e estupram Kiyoshi enfiando-lhe algo pontiagudo em suas nádegas. (cena tragicômica). Kyioshi está em seu carro olhando o vídeo gravado na câmera.

4 - Este será o título, vou chamá-lo "Brutalidade Real" - Kyioshi decide fazer um filme com seu próprio filho, ele havia filmado Takuya sendo espancado por colegas de escola.

5 - Keiko (a mãe), é também prostituta, há uma cena em que ela está com um homem em um motel e ele pede para ela bater-lhe com o cinto. (sadomasoquismo)

6 - A cena em que Kazushi Watanabe aperta os bicos dos seios de Keiko até sair jatos de leite é das mais impactantes do filme.

7 - Está morta, mas toda molhada! (a famosa cena da necrofilia e coprofagia com Kiyoshi e Asako. Os mistérios da vida são espantosos! Até os cadáveres ficam úmidos! Kiyoshi faz sexo com o cadáver de Asako e até as fezes dela o excitam. Cena tórrida!!!!

8 - Após keiko socorrer Kiyoshi que estava com o pênis preso na vagina da mulher morta, os dois matam os garotos que espancavam o filho deles. Na cena final Miki e Kyioshi mamam nos seios de Keiko.

Sinopse: O dia-a-dia de uma família japonesa nada convencional. O pai é um repórter de TV que transa com a filha e não se importa com o filho que espanca a própria mãe. Esta por sua vez diverte-se esguichando leite de seus seios em um estranho visitante que adentra a casa para modificar um pouco os acontecimentos diários desta excêntrica família.

Ficha Técnica: Diretor: Takashi Miike - Roteiro: Itaru Era - Baseado no Filme/Livro Teorema de Pier Paolo Pasolini - Gênero: Horror/Drama/Humor Negro.
____________________________________________________________________________________

2 comentários:

  1. Esse verei em breve.
    Tenho ele comigo.
    Quero ver dele ainda Dead or Alive, Izo e Gozu, dos principais.
    Depois ainda quero ver outros, como The Happiness of the Katakuris, remake do filme coreano The Quiet Family.

    ResponderExcluir
  2. e tem também o Zebraman.

    ResponderExcluir