terça-feira, 21 de outubro de 2008

Tromeo e Juliet (Tromeo and Juliet,1995,EUA, 107 mins)
Minha nota: [7,5] -
Por Wendell Borges: 21/10/2008

Comentário: Este clássico da produtora Troma Films, especializada em filmes Trash, criada por Lloyd Kauffman e Michael Herz em 1974, é um daqueles filmes baratos e propositadamente mal feitos, mas que com toda a precariedade consegue entreter devido à escatologia e os absurdos irônicos que acontecem ininterruptamente durante várias sequências.

A trama é uma sátira inspirada na obra clássica de Shakespeare, mas logicamente a inspiração está apenas na alusão às personagens, que em alguns momentos recitam trechos da peça Romeu e Julieta (dá para perceber nitidamente nestas cenas que os atores estão lendo o teleponto, eles não decoraram o texto). Tratando-se de uma produção da Troma, o que o filme traz aos borbotões são cenas toscas de violência, sátiras ao American Way of life, mulheres seminuas, sangue, vômitos e cabeças voando. Para quem curte o gênero Trash, Tromeo e Julieta é uma boa indicação.

Vou detalhar um pouco mais a trama para aos que se arriscarem a conferir não se assustem com o que verão: Assim como na obra de Shakespeare, há duas famílias, Os "Que" e os "Capulet", que se odeiam por motivos que são explicados ao longo do filme. Tromeo Que (Will Keenan) é um pobre punk com brincos, piercings e tatuagens. Juliet Capulet (Jane Jensen) é uma menina rica, adepta da macrobiótica (ou seja, uma vegetariana radical) que é forçada pelo seu pai a casar com um açougueiro rico chamado London Arbuckle (Steve Gibbons), ao mesmo tempo em que desenvolve uma relação lésbica com a cozinheira da família chamada Ness (Debbie Rochon). Quando o pai de Juliet organiza um baile de máscaras, Tromeo consegue infiltrar-se na casa da família rival mascarado de vaca e lá apaixona-se por Juliet que imediatamente corresponde ao amor de Tromeo. O filme começa então uma mistura ainda maior de exploitation, escatologia, humor, gore e romance. Há cenas absurdas como a incrível sequência da morte de Tyrone, primo de Juliet, entre várias outras. Destaquei algumas nas anotações para quem já viu o filme lembrar. Pena que Tromeo e Juliet não seja fácil de achar, mas quem é fã dos filmes Trash não terá dificuldades em baixá-lo da internet.

Curiosidade: A narração do filme ficou a cargo de Lemmy Kilmister, vocalista, letrista e baixista da banda inglesa Motorhead. Banda inglesa que influenciou várias outras no estilo Heavy metal,punk rock e hardcore.

Anotações para quem já viu o filme (Wendell - Notes)

Meat me at Meat World.

1 - Juliet está prometida para London Arbuckle, o rei da vaca louca.
2 - É o Benny e aquele maníaco do Murray Martini (o louro) - Zombam de Capulet no jardim de sua casa

- Como gostaria que eu usasse suas tripas de Jackson Pollock? (pergunta Capulet)

3 - Capulet roubou tudo do pai de Tromeo (Benny Que),desde a produtora Silky Films, que eles construíram juntos, até a mulher dele.

2º ato - O Baile e a alegria de Tromeo

4 - Juliet é Macrobiótica.
5 - Tromeo vai a uma festa na casa dos capuleto disfarçado de Vaca, lá ele percebe que Rosy, a garota que ele ama, não era bem o que ele imaginava, e eis que ele avista a bela Julieta e é amor a primeira vista.

Terceiro Ato - Amor revelado na redoma de vidro

6 - Julieta tem um pesadelo: Tromeo entra em seu quarto e a barriga dela começa a inchar de onde sai um rato e pipocas.
7 - Quando Tromeo está em seu quarto pensando em Juliet há um poster do filme O Vingador Toxico - II, outra produção da Troma.
8 - O pai de Juliet prende ela numa redoma de vidro. Após o pesadelo que ela teve com Tromeo.
9 - Ele nunca chega antes de acabar o Regys e Cathy Lee. (Diz Julieta a Tromeo quando este entra na mansão e vai falar com ela)
10 - Após Tromeo dizer que irá resgatar Julieta para que eles casem antes da Quinta-Feira, data que estava marcado o casamento de Julieta com Londo, eis que ele aparece trazendo uma passagem para Swansea, País de Gales, para visitarem o maior rebanho de gados do mundo.
11- Tromeo e Juliet se casam escondido e fazem tatuagens em seus corpos. Enquanto Juliet sorri enquanto é tatuada, Tromeo chora de dor. (cena razoavelmente cômica)

Quarto Ato - Mate Tromeo, mate e resolva tudo.

12 - Tyrone mata Murray, que beija Tromeo antes de morrer, cheio de ódio, Tromeo parte para vingar-se.
13 - Quando Tromeo estava lutando com Tyrone, um carro passa e Tyrone é puxado por uma viga que estava dentro do carro, seu braço é arrancado e fica nas mãos de Tromeo, que joga ele em cima de uma garota cega que vinha passando. Na sequencia a cabeça de Tyrone é decepada e cai em cima do carro de uma família que cantarolava. O carro capota, explode e as crianças ainda brincam de bola com a cabeça de Tyrone, numa sequência incrivelmente trash, mas bem realizada.
14 - o padre recomenda a Juliet que eles procurem ajuda de Fu Chang, na China Town, para que ele dê um jeito em London.
Fu Chang entrega uma poção de ervas a Juliet.

5º Ato - Juliet refaz.

15 - Juliet toma a poção que Fu Chang lhe dera e começa a vomitar uma gosma verde.
16 - Não sou mais a queridinha do papai! - Juliet liga a TV na tomada e torra a cabeça do pai, que estava com a TV enfiada em sua cabeça.
17 -Epílogo: Mesmo após descobrirem que na verdade são irmãos, Tromeo e Juliet ignoram o fato, casam e tem três filhos. Duas meninas deformadas e um garoto aparentemente normal que eles deram o nome de Murray. O pai de Tromeo havia assinado um contrato dando a Silky Films para Capulet em troca da guarda de Tromeo.

Ficha Técnica: Tromeo and Juliet, EUA,1995,107 mins - Direção: Lloyd Kauffman - Roteiro: James Gunn e Jason Green.
__________________________________________________________________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário