quarta-feira, 13 de junho de 2012

O Nascimento de uma nação 
de Davi W. Griffith, The Birth of a Nation,EUA,1915, 192 mins.

Minha cotação:

Por Wendell Borges

Visto dia:  25/12/2008

Revisto dia: 13/06/2012  [Cinema do SESC - Grupo de Estudos de Cinema]

Comentário: Este clássico dirigido por David W. Griffith (1875-1948) de grande importância histórica e estética devido às inovações técnicas aqui reunidas como a focalização profunda, o close-up facial e a utilização de variações das matizes de cores para obtenção de efeitos psicológicos, narra a história de duas famílias, uma do norte, outra do sul, na época da Guerra Civil norte-americana, também conhecida como Guerra de Secessão ocorrida entre os anos de 1861 e 1865.

Antes da guerra ter início, os Stoneman e os Cameron se conheceram. A família do Sul é representada pelo Coronel Ben Cameron, interpretado por Henry B. Walthall (1878-1936) e suas irmãs Margaret, interpretada por Miriam Cooper (1891-1976) e Flora Cameron interpretada por Mae Marsh (1894-1968).

A família do norte é representada pelo congressista Austin Stoneman (baseado no real senador republicano Thaddeus Stevens) interpretado por Ralph Lewis (1872-1937), seus dois filhos Tod, interpretado por Robert Harron (1893-1920), e Phil Stoneman, interpretado por Elmer Clifton (1890-1949) e sua filha Elsie Stoneman, intepretada por Lilian Gish (1893-1993).

Após a vitória do norte, o coronel Ben Cameron que havia lutado pelo sul e que havia se apaixonado por Elsie Stoneman, reecontra ela em uma enfermaria de guerra, onde ela estava trabalhando de enfermeira. Elsie e a mãe de Cameron, interpretada por Josephine Crowell (1849-1932), vão até o presidente Abraham Lincoln, interpretado por Joseph Benahery (1888-1976), suplicar pela vida de Cameron, que seria fuzilado após sua recuperação por ter lutado pelo lado do sul na guerra. Lincoln concede a liberdade a Cameron que volta para seu lar e tem seu amor correspondido por Elsie.

Apesar de na história real o norte anti-escravagista ter triunfado, no filme de Griffith, os soldados do sul liderados pelo Coronel Ben Cameron (Henry B. Walthall), cria a Ku Klux Klan e parte para uma guerra onde ele é o herói que salva a mocinha, Elsie Stoneman (Lilian Gish), que estava sendo aprisionada pelo vilão, Silas Lynch, interpretado por George Siegmann (1882-1928), um ditador que queria criar um império com os soldados negros do norte traindo a confiança do pai de Elsie, o senador Austin Stoneman (Lewis).

Mesmo não tendo a mesma fluência narrativa alcançada com seu filme posterior, Intolerância (1916), Griffith reúne neste filme todas as inovações técnicas da época e criou um filme monumental com grandes cenas de batalha filmadas em planos gerais com centenas de figurantes, o filme teve bastante repercussão e criou as bases para a indústria cinematográfica de Hollywood.

O Nascimento de uma nação estreou em 8 de fevereiro de 1915 em Los Angeles, Califórnia, com o título de The Clansman [Membro de clã], obra literária escrita por Thomas Dixon (1864-1946) que serviu de base para o roteiro escrito pelo próprio Dixon com a participação de Griffith e Frank E. Woods (1860-1939), mas foi retitulado em sua estréia em Nova Iorque três meses depois para o título de O Nascimento de uma nação.

Para finalizar este breve comentário vale destacar as cenas em que John Wilkes Booth, interpretado por Raoul Walsh (1887-1980), assassina Abraham Lincoln, intepretado por Joseph Benahery (1888-1976) no Teatro Ford, e a cena em que Flora Cameron é perseguida pelo negro Gus (Walter Long: 1879-1952) e cai de um precipício.

Observação: Para maiores informações sobre outras inovações e utilizações técnicas de O Nascimento de uma nação não deixe de acessar este link do site Filmsiteorg. [Em Inglês]

IMAGENS E CURIOSIDADES




A doce e inocente Flora Cameron, interpretada por Mae Marsh (1894-1968), corre para não ser estuprada por Gus, o renegado negro.









Gus, interpretado pelo ator
Walter Long (1879-1952) é capturado pelos membros da KKK. Long tem pele clara e assim como a maioria dos atores que fazem papéis de negros na verdade tiveram seus corpos pintados.










 

O Democrata Thomas Woodrow Wilson (1856-1924), 28º presidente dos Estados Unidos, assistiu o filme na casa branca, o primeiro a ser exibido no local. Wilson ficou 8 anos na presidência dos Estados Unidos, de 1913 a 1921.
A Casa Branca foi um projeto arquitetônico idealizado pelo primeiro presidente dos Estados Unidos, George Washington (1732-1799), que durou oito anos para ser
finalizada.





Vários trechos do livro "History of American People" de Woodrow Wilson são colocados no início da segunda parte de O Nascimento de uma nação.

"Fervilhavam aventureiros que não eram do Norte, com muitos inimigos de outra raça, para enganar, iludir, e explorar negros. Nas aldeias, os negros eram os carregadores dos proprietários, homens que não respeitavam nenhuma autoridade, exceto suas próprias insolências."
" ...A política dos líderes do congresso forçava uma verdadeira subversão da civilização sulista com uma determinação de "colocar os brancos do Sul debaixo dos calcanhares dos negros do Sul"

" Os homens brancos foram despertados por um mero instinto de autopreservação... afinal, já tinham registrado no passado, a existência da grande Ku Klux Klan, um verdadeiro império do Sul, para proteger o país do Sul". Woodrow Wilson
.

Algumas anotações para quem já viu o filme (Wendell - Notes)


1 - Lynk faz de Piedmont sua sede de comando.
2 - A cena em que Ben Cameron e Elsie Stoneman beijam uma pombinha é uma das mais singelas do filme.
3 - Gus persegue a irmã de Ben e ela se atira de uma colina.


Curiosidades [Fonte: Adorocinema]
- O diretor D.W. Griffith visualizou todo o filme em sua mente, não tendo escrito um roteiro ou feito anotações sobre as cenas.
- Foi o 1º filme na história a ultrapassar os 100 minutos de duração.
- Os personagens negros de O Nascimento de uma Nação foram interpretados por atores brancos, que usaram maquiagem.
- O uso excessivo de bombas de fumaça teve o objetivo de tornar obscura a maior parte do campo de batalha.
- Os diretores John Ford e Raoul Walsh possuem pequenos papéis em O Nascimento de uma Nação.
- Estreou em Nova York com os ingressos custando US$ 2 cada, um valor astronômico para a época. Apesar disto, o filme permaneceu um ano em cartaz e levou mais de um milhão de pessoas aos cinemas.
- Foi lançado em Los Angeles com o título "The Clansman".
- Devido ao seu conteúdo racista, O Nascimento de uma Nação foi banido em várias cidades importantes dos Estados Unidos, como Los Angeles.
- Foi o 1º filme a ser exibido na Casa Branca, para o na época Presidente dos Estados Unidos Woodrow Wilson.
- Em 1921 e 1927 foram lançadas nos cinemas novas versões do filme, refletindo mais as questões políticas da trama.
- Em 1931 foi lançada uma versão menor, com 169 minutos, que possuía também uma trilha sonora tocada por uma orquestra.
- O orçamento original de O Nascimento de uma Nação era de US$ 40 mil, mas o diretor D.W. Griffith gastou US$ 110 mil para rodar o filme.

Elenco: Lillian Gish (Elsie Stoneman) - Mae Marsh (Flora Cameron) - Henry B. Walthall (Coronel Ben Cameron) - Miriam Cooper (Margaret Cameron) - Mary Alden (Lydia Brown) - Ralph Lewis (Austin Stoneman) - George Siegmann (Silas Lynch) - Walter Long (Gus) - Robert Harron (Tod Stoneman) - Wallace Reid (Jeff) - Joseph Henabery (Abraham Lincoln) - Elmer Clifton (Phil Stoneman) - Josephine Crowell (Sra. Cameron) - Spottiswoode Aitken (Dr. Cameron) - George Beranger (Wade Cameron) - Maxfield Stanley (Duke Cameron) - Donald Crisp (General Ulysses S. Grant) - Howard Gaye (General Robert E. Lee) - Raoul Walsh (John Wilkes Booth) - Olga Grey (Laura Keene) - D.W. Griffith - John Ford (membro do clã)

Sinopse: Dois irmãos da família Stoneman visitam os Cameron em Piedmont, Carolina do Sul. Esta amizade é afetada com a Guerra Civil, pois os Cameron se alistam no exército Confederado enquanto os Stoneman se unem às forças da União. São retratadas as conseqüências da guerra na vida destas duas famílias e as conexões com os principiais acontecimentos históricos, como o crescimento da Guerra da Secessão, o assassinato de Lincoln e o nascimento da Ku Klux Klan.

Ficha Técnica: Ficha Técnica: Título Original: The Birth of a Nation - Gênero: Drama - Tempo de Duração: 187 minutos - Ano de Lançamento (EUA): 1915 - Estúdio: Epoch Producing Corporation / David W. Griffith Corp. - Distribuição: Joseph Brenner Associates Inc. - Direção: D.W. Griffith - Roteiro: D.W. Griffith e Frank E. Woods - Produção: D.W. Griffith - Música: Joseph Carl Breil e D.W. Griffith - Fotografia: G.W. Bitzer - Figurino: Robert Godstein - Edição: D.W. Griffith, Joseph Henabery, James Smith, Rose Smith e Raoul Walsh.


_____________________________________________________________________________

3 comentários:

  1. Griffith é mais um dos meus pecados imperdoáveis. Obrigado por me fazer lembrar deles todas as vezes que venho aqui, Wendell. ¬¬ xD

    []s!

    ResponderExcluir
  2. Olá Wendell,
    Vi que você gosta de filmes antigos. Então sugiro Young Mr Lincoln ( A Mocidade de Lincoln ) com Henry Fonda. É um filme de 1939, dirigido por John Ford e conta um trecho da vida do grande presidente. Começa quando ele tinha um pequeno armazém no vilarejo de New Salem e seu primeiro caso como advogado em Springfield, Illinois, onde ele morou até ser eleito presidente. É imperdível.
    s albano

    ResponderExcluir
  3. Tadeu N/A9:53 AM

    Mais um que estou correndo atrás...

    ResponderExcluir