sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

O Passado (El Pasado,Brasil/Argentina,2007, 114 mins)
Minha cotação:
Por Wendell Borges - 12/12/2008

Comentário (não leia caso não tenha visto o filme ainda): Este filme do diretor argentino [naturalizado brasileiro] Hector Babenco (1946), autor de um dos meus filmes preferidos, Pixote: A Lei do mais fraco (1981), dirige esta co-produção Argentina/Brasil com a atuação do ator mexicano Gael Garcia Bernal e um elenco de atrizes argentinas.

O filme começa com um ritmo bastante lento e demora para despertar algum interesse do espectador. Os diálogos com forte apelo sexual ganham contornos cômicos em alguns momentos, como na cena em que Sofia pede ao seu ex-marido que a leve até um motel próximo e introduza rapidamente o seu objeto fálico onde ela sente prazer. O roteiro foi escrito por Marta Góes e Hector Babenco, baseado em livro de Alan Pauls.

A trama é simples e segue narrando momentos da vida do personagem Rimini, um jovem tradutor interpretado por Gael Garcia Bernal, ele se separa de Sofia, papel da atriz Analía Couceyro, os dois estavam juntos há 12 anos e no início do filme ocorre a separação, cada um segue sua vida, mas Sofia não consegue esquecer Rimini. Ele por sua vez se envolve com uma atriz histérica chamada Vera, papel de Moro Angheleri e logo depois com Carmen, papel da atriz Ana Celentano, uma antiga colega de faculdade e parceira de tradução, com quem vem a ter um filho, o qual dão o nome de Lúcio. Sofrendo de distúrbios de memória Rimini acaba se separando de Carmen e retorna para Sofia.

O filme acaba se tornando um drama envolvente, Babenco consegue criar uma história dramática de amor com alguns bons momentos, mas nada de muito especial. Ele faz uma ponta como um projecionista que discute com Rimini quando ele assistia um filme no cinema com Carmen.

Destaque para a fotografia de Ricardo Della Rosa e para a participação do ator Paulo Autran, em seu último filme, ele faleceu pouco tempo depois das filmagens em 12 de outubro de 2007 aos 85 anos.

Curiosidades: Último filme do ator brasileiro Paulo Autran (1922-2007), Autran era formado em direito pela USP, ator de novelas da rede Globo tendo participado de mais de 20 filmes longas-metragens.




Analía Couceyro, atriz que interpreta Sofia em O Passado
[Foto retirada do site: Cinenacional]







O Beijo do pintor Gustav Klimt (1862-1918) aparece na parede da casa de Sofia e Rimini na cena em que eles estavam se separando pela primeira vez. Klimt estudou desenho ornamental na Escola de Artes Decorativas e é associado ao simbolismo, destacando-se dentro do movimento Art nouveau [Arte Nova] austríaco. Foi também um dos fundadores do movimento da Secessão de Viena, que recusava a tradição acadêmica nas artes.





Anotações para quem já viu o filme (Wendell - Notes)

1 - Não quer chupar a xoxota dela também? [Cena de ciúmes quando a personagem da atriz Moro Angheleri (Vera), irritada com uma garotinha que estava dando chocolate a Rimini, dispara esta frase totalmente absurda demonstrando seu total descontrole e ciúmes doentio]

2 - Estou apaixonada, o nome dele é Conrad, ele é alemão. Já ouviu falar de alguém que seja virgem aos 25 anos? [Sofia conversa com Rimini sobre seu namorado chamado Konrad, ela encontra Rimini no Hospital onde Carmen, sua atual mulher tinha sido internada, estava prestes a ter um filho dele.]

3 - Espermula e La intrusa, Confesiones de um sadico e Fui testigo de um crimem e Cicciolina. [ posters de filmes que aparecem quando Rimini com seu filho recém-nascido e sua mulher Carmen estão no cinema.

4 - Não quer trepar comigo? [ pergunta Sofia a Rimini enquanto passeavam com o filho dele no parque] Vamos lá, uma metida. Bem rápida. Ali tem um motel, subimos, metemos e pronto. Não significa nada, não tenha medo. Faz muito tempo que não tenho um pau dentro de mim. Estou com tanto tesão que me doem os ovários. Sente só. Sente como lateja? Você mete dentro de mim, goza e pronto. Eu te peço, por favor, pelo que você mais queira. [ Rimini chega a entrar no quarto do motel com Sofia, mas não fazem sexo, ele grita dizendo que ela está louca e sai do Motel. Pega um táxi e Sofia vai junto.]

5 - Eu também amo "o beijo de Klimt" - Aparece em certo momento da trama o quadro do pintor Gustav Klimt (1862-1918).


Sinopse: Rímini (Gael García Bernal) é um jovem tradutor que terminou recentemente um casamento de 12 anos com Sofia (Analía Couceyro), que foi sua 1ª namorada. A separação foi tranquila, até Rímini iniciar um namoro com Vera (Moro Angheleri), uma modelo de 22 anos. Um dia Sofia tenta beijá-lo à força, o que faz com que Vera, que presenciou a cena, morra atropelada. Um ano depois, já refeito, Rímini se casa com Carmen (Ana Celentano), sua parceira de tradução. O trauma da morte de Vera lhe rendeu uma amnésia misteriosa, que o faz se esquecer dos idiomas que precisa traduzir no trabalho. Ajudado por Carmen e pelo nascimento de seu filho, Lúcio, Rímini precisa se adaptar à sua nova realidade de marido dependente. Até que Sofia mais uma vez retorna à sua vida, sequestrando Lúcio e atraindo Rímini a um hotel de encontros.

Outra curiosidade

- Foi escolhido para abrir a Mostra Internacional de Cinema de São Paulo 2007.

Elenco: Gael García Bernal (Rímini) - Ana Celentano (Carmen) - Analía Couceyro (Sofia) - Claudio Tolcachir (Victor) - Moro Angheleri (Vera) - Paulo Autran (Prof. Poussière) - Gustavo Pastorini (Homem na terapia) - Mabi Abele (Mulher na terapia) - Miriam Odorico.

Ficha Técnica: Título Original: El Pasado - Gênero: Drama - Tempo de Duração: 115 minutos - Ano de Lançamento (Argentina / Brasil): 2007 - Site Oficial: www.opassado.com.br - Estúdio: HB Filmes / K&S Films / Warner Bros. Pictures - Distribuição: Warner Bros. Pictures - Direção: Hector Babenco - Roteiro: Marta Góes e Hector Babenco, baseado em livro de Alan Pauls - Produção: Oscar Kramer, Hugo Sigman e Hector Babenco - Música: Ivan Wyszogrod - Fotografia: Ricardo Della Rosa - Direção de Arte: Sebastián Orgambide - Edição: Gustavo Giani.
______________________________________________________________________________________

Um comentário:

  1. Eu achei bacana demais esse filme. Gael é um dos meus atores prediletos, e manda muito bem aqui.

    ResponderExcluir