sábado, 6 de dezembro de 2008

Pacto de Sangue (Double Indemnity,EUA,1944, 108 mins)
Minha cotação:
Por Wendell Borges - 06/12/2008

Comentário: Uma grande equipe técnica aliada a um bom elenco só poderia resultar em uma obra-prima. O mestre Billy Wilder (1906-2002), aqui em seu 4º longa-metragem e o grande escritor, mestre da literatura policial, Raymond Chandler (1888-1959) escreveram o roteiro baseando-se em romance de James M. Cain (1892-1977).

A trilha sonora foi assinada pelo grande compositor Miklos Rózsa (1907-1995) que se consagraria no ano seguinte recebendo o oscar por seu trabalho no filme Quando fala o coração (1945) de Alfred Hitchcock(1899-1980), o figurino ficou por conta da famosa e talentosa Edith Head (1897-1981) e a fotografia belíssima foi assinada por John F. Seitz (1892-1979), Seitz trabalhou com Wilder novamente no ano seguinte com o grande filme Farrapo Humano.

Os atores Fred MacMurray (1908-1991), Barbara Stanwyck (1907-1990), Edward G. Robinson (1893-1973) e Tom Powers (1890-1955) em grandes atuações completam o quadro de um dos melhores filmes do estilo noir.

A trama gira em torno de Walter Neff (Fred MacMurray), um vendedor de seguros que é seduzido pela belíssima Phyllis Dietrichson, papel de Barbara Stanwyck e induzido por ela a matar seu marido, o Sr. Dietrichson,interpretado por Tom Powers. Os dois armam um plano quase perfeito para que o chefe de Walter Neff, o ranzinza e incansável investigador da companhia de seguros, Barton Keyes, papel do baixinho Edward G. Robinson, não consiga descobrir a fraude. O plano é feito de uma forma que pareça acidente, a intenção de Walter e Phyllis é conseguir que o seguro contra acidentes que o Sr. Dietrichson assinara sem saber, possa ser pago em dobro, algo em torno de 100 mil dólares.

No elenco ainda temos Lola Dietrichson, interpretada por Jean Heather (1921-1995), a filha do Sr. Dietrichson e o namorado dela Nino Zachetti, papel do ator Byron Barr (1917-1966). Pacto de Sangue recebeu 7 indicações para o oscar, mas não levou nenhum prêmio. Abaixo eu coloco a relação das indicações e os ganhadores de cada prêmio.

1. Melhor Filme - o prêmio ficou com O Bom Pastor de Leo McCarey.
2. Melhor Diretor - o prêmio de melhor diretor ficou com o diretor de O Bom Pastor, Leo McCarey.
3. Melhor Atriz (Barbara Stanwyck) - Ingrid Bergman pelo seu papel no filme À Meia Luz.
4. Melhor Fotografia - Preto e Branco - Joseph LaShelle por seu brilhante trabalho no filme Laura.
5. Melhor Trilha Sonora -foi para o filme Since You Went Away, trilha assinada por Max Steiner (188-1971)
6. Melhor Som - ficou para o filme Wilson, pelo trabalho de Edmund H. Hansen (1894-1962)
7. Melhor Roteiro. - Também ficou com O Bom Pastor e novamente Leo McCarey recebeu o oscar.

Grande filme, envolvente, cheio de tensão, clássico indiscutível, apontado por muitos como o melhor filme do estilo noir. Nos extras do DVD há um pequeno Making of com 40 minutos intitulado "Sombras do Suspense", com vários depoimentos de críticos, cineastas e estudiosos do filme noir.


Curiosidade: O ator Edward G. Robison tinha apenas 1m65cm. Ele ganhou o oscar de melhor ator em 1949 pelo filme House of strangers.

Anotações para quem já viu o filme (Wendell - Notes)

1 - Sr. Jackson: Estou indo até Medford, Oregon.[ Jackson foi o homem que falou com Neff, disfarçado do Sr. Dietrichson no trem]
2 - Walter diz estar indo para Palo Alto.
3 - Lou, se importa se eu ficar sozinho na sala por alguns minutos? - (Neff falando com o personagem do ator Douglas Spencer (1910-1960) que faz uma pequena ponta não creditada).
4 - No final, Neff cai morto proximo à porta do escritório de Keyes após gravar uma confissão no gravador dele.

Sinopse: Walter Neff (Fred MacMurray), um vendedor de seguros, é seduzido e induzido por Phyllis Dietrickson (Barbara Stanwyck), uma sedutora e manipuladora mulher, a matar seu marido, mas de uma forma que pareça acidente para a polícia e também em condições específicas, que façam o seguro ser pago em dobro (no caso, 100 mil dólares).

Elenco: Fred MacMurray (Walter Neff) - Barbara Stanwyck (Phyllis Dietrichson) - Edward G. Robinson (Barton Keyes) - Porter Hall (Sr. Jackson) - Jean Heather (Lola Dietrichson) - Tom Powers (Sr. Dietrichson) - Byron Barr (Nino Zachetti) - Richard Gaines (Edward S. Norton) - Fortunio Bonanova (Sam Garlopis) - John Philliber (Joe Peters) - James Adamson (Pullmann Porter)

Curiosidades
- Inicialmente o personagem Walter Neff se chamaria Walter Ness, mas o diretor Billy Wilder descobriu que vivia em Beverly Hills um vendedor de seguros que se chamava Walter Ness. Para evitar acusações de difamação contra esta pessoa, Wilder resolveu então por trocar o sobrenome do personagem.
- O ator Dick Powell estava interessado em interpretar Walter Neff em Pacto de Sangue, mas foi impedido de atuar por estar sob contrato com outro estúdio e este não ter autorizado sua participação no filme.
- A cena em que Neff e Dietrichson não conseguem fazer com o que o carro pegue após terem cometido o assassinato foi inserida no roteiro do filme após o próprio Wilder passar pelo mesmo problema ao término de um dia de filmagens.
- Refilmado como Indenização Dupla (1973).


Ficha Técnica: Título Original: Double Indemnity - Gênero: Suspense - Tempo de Duração: 106 minutos - Ano de Lançamento (EUA): 1944 - Estúdio: Paramount Pictures - Distribuição: Paramount Pictures - Direção: Billy Wilder - Roteiro: Billy Wilder e Raymond Chandler, baseado em livro de James M. Cain - Produção: Buddy G. DeSilva - Música: Miklós Rózsa - Fotografia: John F. Seitz - Direção de Arte: Hans Dreier e Hal Pereira - Figurino: Edith Head - Edição: Doane Harrison.
___________________________________________________________________________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário