terça-feira, 17 de março de 2009

Bom dia, Ohayô, Japão, 1959, 94 mins
Direção: Yasujiro Ozu
Roteiro: Kôgo Noda e Yasujiro Ozu

Por Wendell Borges - Filme visto dia 17/03/2009 - [75º filme visto em 2009]

Cotação
Valor artístico:
Valor de entretenimento: ½


Comentário: Esta singela obra-prima de Yasujiro Ozu (1903-1963) narra a chegada da tecnologia e os conflitos de uma nova geração que surgia com o desenvolvimento das invenções científicas na sociedade japonesa do pós-guerra, e tudo isto apenas focalizando algumas famílias de um subúrbio japonês e a pressão de dois jovens para que os pais comprem uma TV.

O conhecido estilo de Ozu, com a câmera baixa, planos frontais, o campo-contracampo onde em diversos planos os atores falam diretamente para a tela como se estivessem falando com os espectadores são suas marcas registradas. Destaco também a bela trilha sonora de Toshiro Mayazumi (1929-1997) e a fotografia de Yuuharu Atsuta (1905-1993).


Anotações
1 - A sra. Hayashi tem uma máquina de lavar e os filhos a aborrecem para que compre uma TV.

2 - Alguém disse que a TV produziria 100 milhões de idiotas.

3 - A imagem da TV na caixa em primeiro plano e as crianças ao fundo no quarto é uma das cenas mais belas desta obra-prima de Yazujiro Ozu.



_________________________________________________________________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário