segunda-feira, 9 de março de 2009

Batalha Real
Batoru Rowaiaru (Japão, 2000)
Diretor: Kinji Fukasaku
Roteiro: Kenta Fukasaku (roteiro) baseado em romance de Koushu Takami
Elenco: Takeshi Kitano, Aki Maeda, Tatusya Fujiwara, Taro Yamamoto, Chiaki Kuriyama, Sousuke Takaoka
Duração: 122 min

Cotação:
Valor artístico: 1/2
Entretenimento: 1/2

Por Wendell Borges - Filme visto dia 08/03/2009 - 69º visto em 2009

“No início do milênio a nação entra em colapso. Os adultos perderam a confiança e temem os jovens. Por isso, eles aprovaram o ato de reforma educacional do milênio.”

Comentário: Eu confesso que esperava mais deste cultuado filme Japonês realizado no ano 2000, não que o filme seja ruim, está longe disso, mas faltou algo principalmente na edição do filme. O começo é excelente, mostrando a sobrevivente do último confronto entre os alunos de uma Escola sorteada e os novos alunos chegando na Ilha, mas o desenrolar da trama deixa a desejar em muitos momentos.

O filme até hoje não estreou nos Estados Unidos, talvez por causa da temática, estudantes atirando em colegas lembra demais os massacres que de tempos em tempos acontecem nas escolas norte-americanas, vide a tragédia de Columbine só para citar uma das mais famosas.

O Parlamento japonês tentou proibir o filme em sua estréia, mas como é de praxe, estas proibições só conseguiram tornar ainda mais populares o próprio filme e o romance que lhe deu origem.

O ator Takeshi Kitano (Zatoichi) faz o papel do professor ferido que depois retorna como chefe do grupo de soldados que vai controlar os estudantes na Ilha e conduzí-los à sangrenta batalha de vida ou morte. A versão que eu conferi foi a estendida, com 3 réquiens ao final mostrando alguns detalhes do filme, como o sonho do professor com a aluna que ele amava.

Sinopse: Num futuro próximo, para combater a rebeldia dos jovens japoneses, o governo cria uma lei onde uma classe de alunos é sorteada e os alunos levados até uma ilha para que duelem até restar somente um vivo.

Sinopse 2: O Japão sofre de uma grave recessão e seus maiores problemas são a delinqüência juvenil e a evasão escolar. Para intimidar essa nova geração de rebeldes, o governo aprova o Ato BR, um programa de sobrevivência impiedoso que seleciona a classe do professor Kitano (Zatoichi e Consumido pelo Ódio), com 42 estudantes, e os manda para uma ilha deserta. Ao final dos 3 dias, só um poderá estar vivo. Você seria capaz de matar seu melhor amigo?


______________________________________________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário