quinta-feira, 13 de agosto de 2009

Sud Sanaeha / Blissfully Yours, França/Tailândia,2002, 125 min
Direção e roteiro: Apichatpong Weerasethakul
Gênero: Romance, Drama
Elenco: Kanokporn Tongaram, Min Oo, Jenjira Jansuda, Sa-gnad Chaiyapan, Kanitpat

Por Wendell Borges - Filme visto dia 15/08/2009

Cotação
Valor artístico:
Valor de entretenimento: [obs: O filme não serve como entretenimento escapista, pois a narrativa é lenta e exige paciência do espectador, mas se você parar para observar a qualidade da captação do som, principalmente nas cenas do piquenique na floresta, os momentos de descontração das personagens, observar e deixar que depois do filme essas sensações voltem a servir como objeto de reflexão para o filme acredito que, talvez, a visão de entretenimento que ele proporciona possa surgir e ser percebida como algo que proporciona relaxamento e reflexão]


Seu, na mais completa felicidade

Mágico e Etéreo


Comentário: Segundo filme do diretor tailandês Apichatpong Weeresethakul (1970) que tenho o prazer de assistir, o primeiro foi Objeto Misterioso ao Meio-dia, no qual o diretor faz um exercício surrealista usando um jogo chamado "Cadáver Esquisito". Este Sud Sanaeha, que estreou no Festival de Cannes em 2002, é o segundo longa-metragem dirigido por ele e é uma daquelas experiências diferentes de se ver, assim como aconteceu em Misterioso Objeto, o filme segue três personagens, Roong (Kanokporn Tongaram), namorada de Min (Min Oo) e a amiga do casal, Orn (Jenjira Jansuda). O filme não tem grandes conflitos, o personagem de Min é um Birmanês que está sofrendo com um problema de pele, além de estar ilegalmente na Tailândia e a personagem de Orn, que quer ter um filho, mas já está ficando velha e o marido não tem mais interesse, ela busca então um outro parceiro. O momento etéreo do filme ocorre na floresta, onde Roong e Min vão fazer um piquenique e Orn acaba encontrando os dois após fazer sexo com um colega de trabalho. O filme foi proibido na Tailândia e exibido com cortes na Europa por causa das cenas de sexo. Reparem que o filme tem os créditos iniciais colocados quando já estamos com 45 minutos de exibição e o fundo musical tocado é uma versão tailandesa da canção "Samba de Verão" composta por Marcos Valle e interpretada no filme pela cantora tailandesa Nadia.


Curiosidade: Em 1964, a canção Samba de Verão de Marcos Valle atingiu o segundo lugar nas paradas de sucesso estadunidenses, e teve pelo menos 80 versões gravadas nos EUA.

Festivais e Prêmios

2002 Cannes Film Festival - Un Certain Regard Prize.
2002 Thessaloniki Film Festival - Golden Alexander.
2002 Tokyo FilmEx - Grande Prêmio.
2003 International Film Festival Rotterdam - Circle of Dutch Film Critics (KNF) Award.
2003 Buenos Aires International Festival of Independent Cinema - Melhor diretor - prêmio FIPRESCI
2003 Singapore International Film Festival - Young Cinema Award



Outros Posters

Poster Tailandês

---------

Pôster Francês

_________________________________________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário