sexta-feira, 7 de agosto de 2009


Utopia , França/Itália, 1951, 83 mins
Também conhecido como: Atoll K / Robinson Crusoeland)
Direção: Léon Joannon
Roteiro: John D. Klorer - Frederick Kohner - Piero Tellini - René Wheeler
Ficha na Wikipedia: Atoll K

Por Wendell Borges - Filme visto dia 07/08/2009

Cotação
Valor artístico:
Valor de entretenimento: 1/2

Comentário: Último filme da dupla Stan Laurel (1890-1965) e Oliver Hardy (1892-1957) já em final de carreira, os famosos O Gordo e O Magro, comediantes que encarnaram uma das silhuetas mais famosas do cinema, personagens carismáticos que conseguiam divertir com suas piadas ingênuas e gags visuais, em sua maioria fazendo humor com os atributos físicos de suas personas, Hardy, o gordalhão, com seus 1m85cm e Laurel (nascido Arthur Stanley Jeffer), o magro, de 1m73cm e corpo franzino. Utopia foi dirigido pelo francês Léon Joannon (1904-1969) com roteiro de John D. Klorer baseado em conto do próprio Léon Joannon.

O roteiro ruim foi apenas um dos inúmeros problemas ocorridos durante as filmagens e o filme parece ter sido feito às pressas, apesar de ter sido realizado durante um ano (maiores detalhes no final do comentário) e a narrativa por vezes acelera em suas soluções desengonçadas, fazendo com que o humor da dupla quase não funcione.

A trama gira em torno da herança que Oliver recebe de um tio, ele ganha uma ilha e um iate e sai em viagem ao mar junto com Hardy, após uma tempestade os dois vão parar em um atol desabitado, e com a ajuda de um clandestino pedreiro italiano, Giovanni Copini, interpretado pelo ator italiano Adriano Rimoldi (1910-1965) e um refugiado sem pátria chamado Antoine, que trabalha como cozinheiro, e é interpretado por Max Elloy (1900-1975), eles começam a construir suas vidas na ilha até a chegada de Chérie Lamour, papel da atriz francesa Suzy Delair (1917), uma cantora de clube noturno que estava fugindo de seu ciumento noivo, o tenente Jack Frazer, papel do ator Luigi Tosi, lembrando que o filme é uma co-produção França / Itália.

A tentativa de criar uma sátira com as excessivas taxas e brincando com as questões jurídicas de leis não funcionou, é fácil notar o quanto Hardy e Laurel estão desconfortáveis em seus papéis, a produção do filme é ainda hoje um tanto obscura, segundo pesquisas feitas descobri que Laurel esteve hospitalizado duas vezes durante a produção e dá para notar seu semblante ainda mais franzino, pois perdera peso com a desinteria que teve, e Hardy também já não aparentava boa saúde, ele tinha problemas cardíacos, vindo a falecer de trombose em 1957. A viúva de Stan Laurel contou ao biógrafo John McCabe (*) que a produção deveria ter sido realizada em 12 semanas, e acabou levando 12 meses. Outro grande problema era que o diretor Léon Joannon mal falava inglês e teve desentendimentos com os atores, e os únicos falantes da língua inglesa no elenco eram Laurel e Hardy, os demais atores tiveram suas falas dubladas.

(*) McCabe, John. “The Comedy World of Stan Laurel,” 1974, Doubleday & Co.

ELENCO E CURIOSIDADES

Site Oficial da Dupla

Oliver Hardy (1892-1957) - Ficha no IMDB - 1m 85cm.

Esposas - Casado três vezes.
Madelyn Saloshin (Data do casamento e divórcio. 1913–1921) «start: (1913)–end+1: (1922)»"Marriage: Madelyn Saloshin to Oliver Hardy" Location: (linkback:http://en.wikipedia.org/wiki/Oliver_Hardy)
Myrtle Reeves (Data do casamento e divórcio. 1921–1937) «start: (1921)–end+1: (1938)»"Marriage: Myrtle Reeves to Oliver Hardy" Location: (linkback:http://en.wikipedia.org/wiki/Oliver_Hardy)
Virginia Lucille Jones (Data do casamento e divórcio. 1940–1957)


Stan Laurel (1890-1965) - Ficha no IMDB - 1m73cm.

Esposas - casado 4 vezes
Lois Nielson (1926–1935)
Virginia Ruth Rogers (1935–1937; 1941–1946)
Vera Ivanova Shuvalova (1938–1940)
Ida Kitaeva Raphael (1946–1965)



Suzy Delair ( 1917) - Ela interpreta Chérie Lamour em Utopia.


Outras Imagens da Dupla








Outros Posters






_______________________________________________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário