quarta-feira, 14 de outubro de 2009

I AM CURIOUS (YELLOW)

I Am Curious (Yellow), Suécia, 1967, 121 min
Direção: Vilgot Sjöman
Roteiro: Vilgot Sjöman [Não creditado]
Ficha na Wikipedia: I am curious (Yellow)

Wendell Borges - Filme visto dia 14/10/2009

Cotação
Valor artístico:
Valor de entretenimento: ½

Make Love Not War

Comentário: Dirigido por Vilgot Sjöman com atuação de Lena Nyman (1944), foi rodado no estilo dos filmes contestadores da época devido ao modismo da Nova Onda francesa e lembra em muitos aspectos os filmes de cunho político de Jean-Luc Godard, tanto no ritmo da narrativa como na forma como esta é conduzida. O filme tem cenas de sexo e nudez e teve alta censura na época, sendo considerado uma obra pornográfica.

A idéia inicial era que um só filme fosse produzido com duração de três horas e meia, mas depois o diretor optou por dois filmes, o primeiro foi este rodado em 1967 e o seguinte, I am curious (Blue) filmado no ano posterior. Os filmes tem as cores da bandeira sueca em seu título. A trama gira em torno da personagem de Lena, uma jovem politicamente contestadora que está atuando em um filme. Ela se apaixona por Börje Ahlstedt (1939), ator cujo personagem recebe o mesmo nome da vida real e vive um conflito amoroso por causa das traições dele. O diretor entrevista o Dr. Martin Luther King (1929-1968) em um breve trecho do filme, esta filmagem foi inserida na montagem e foi realizada em 1966 quando Martin Luther King esteve em Estocolmo. A linguagem do filme flerta com o documentário e com a pseudo-linguagem narrativa, filme dentro do filme.

Alguns temas que o filme aborda: Socialismo, comentários sobre política e classes sociais, feminismo, liberdade e hipocrisia.


Obs: Em breve assistirei o segundo filme I am Curious (Blue) [1968]


___________________________________________________________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário