quinta-feira, 15 de outubro de 2009


O Cortiço, Brasil, 1978, 110 min
Direção: Francisco Ramalho Jr.
Roteiro: Francisco Ramalho Jr.

Wendell Borges - Filme visto dia 15/10/2009

Cotação
Valor artístico:
Valor de entretenimento:

Comentário: Segunda adaptação da obra do escritor maranhense Aluísio Azevedo (1857-1913), escritor responsável pela introdução da corrente literária Naturalista no Brasil em 1881 com a publicação da obra O Mulato. A primeira adaptação de O Cortiço, 8º romance de Aluísio Azevedo, foi feita em 1945 e logo nos créditos iniciais desta segunda versão vemos uma dedicatória ao diretor e roteirista do primeiro filme, o carioca Luiz de Barros (1893-1982).

Nesta segunda versão a direção e o roteiro ficaram a cargo de Francisco Ramalho Jr. com as atuações de Beth Faria (1941), interpretando a Rita Baiana, Armando Bógus (1930-1993) no papel do português João Romão, Mário Gomes (1952) no papel do outro português chamado Gerônimo e ainda Maria Alves como Leocádia, Maurício do Valle (1928-1994) no papel de Miranda e Antônio Pompêo (1953) no papel de Firmo.

A trama segue várias personagens que moram em um cortiço concentrando-se nas figuras do português João Romão com sua ânsia de enriquecer explorando todos à sua volta incluindo uma velha escrava chamada Bertoleza, papel de Jacira Silva (1940-1995) e na figura de Rita Baiana, uma mulher festeira, bonita e sensual que desperta a paixão de dois homens, Firmo e Gerônimo que disputam o amor da moça, enquanto isto a esposa de Gerônimo chamada Piedade, papel de Thaíz Moniz Portinho (1940) recorre a bruxarias e mandingas para tentar manter seu casamento. Vale ressaltar na trama ainda a atuação da atriz Cearense Sílvia Salgado (1950) no papel da lésbica Pombinho.

O filme tem uma iluminação ruim e a filmagem é precária com uma fotografia escurecida, mas o elenco está afiado com destaque para Beth Faria e Armando Bógus e mesmo deixando a desejar nos aspectos estéticos o filme merece ser visto.



_________________________________________________________________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário