sábado, 31 de outubro de 2009


O Gato Preto, Japão, 1968, 94 min
Direção: Kaneto Shindô
Roteiro: Kaneto Shindô
Ficha no IMDB: Yabu no naka no Kuroneko

Wendell Borges - Filme visto dia 31/10/2009

Cotação
Valor artístico:
Valor de entretenimento:

Comentário [Com spoilers!]: Segundo trabalho do roteirista e diretor Kaneto Shindô (1912) que tenho o prazer de assistir, o primeiro foi o clássico Onibaba - A Mulher Demônio e agora me deparo com outro filme de uma beleza raríssima, uma atmosfera sombria criada de uma forma artística tão sublime que me fez sair correndo em busca dos outros trabalhos deste grande diretor oriental, que assim como Ozu e Kurosawa está com certeza no panteão dos grandes diretores do oriente.

A trama segue duas mulheres, a mais velha interpretada por Nobuko Otowa, que foi casada com Kaneto de 1925 até 1994, e sua nora Shinge, papel de Kiwako Taichi, elas fizeram um pacto com o demônio para se vingarem de seus assassinos samurais tudo ia bem até que o marido de Shinge volta da guerra como um Samurai e elas se vêem obrigadas a matá-lo para não desobedecer o pacto que fizeram.

Sinopse: No período Sengoku, uma mulher e sua filha são estupradas e assassinadas por soldados durante um período de guerra civil. Posteriormente, uma série de samurai s retornando da guerra na área próxima ao local onde elas foram assassinadas são encontrados mortos de forma misteriosa. O governador solicita ajuda de um jovem herói de guerra para reprimir os misteriosos ataques.

Elenco / Personagens

Kichiemon Nakamura - Gintoki
Nobuko Otowa - Mãe
Kiwako Taichi - Shige




____________________________________________________________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário