sexta-feira, 13 de novembro de 2009


Sangue de um poeta, Le Sang d'un Poete, França, 1930, 55 min
Direção: Jean Cocteau
Roteiro: Jean Cocteau

Wendell Borges - Filme visto dia 13/11/2009

Cotação
Valor artístico: ½

Comentário: Primeiro filme da trilogia de Orfeu de Jean Cocteau (1889-1963), um dos mais prolíficos cineastas do surrealismo francês, artista multifacetado e homossexual. Além de poeta e cineasta, Cocteau foi diretor teatral, artista plástico, ator e roteirista. Neste filme dividido em 4 seções Cocteau apresenta alguns conflitos existenciais e artísticos, utilizando-se de trucagens técnicas e efeitos especiais para criar um painel surreal com delírios visuais enfocando um pintor em conflito com sua obra. Em 1950 Cocteau filmou Orfeu, segundo filme da trilogia, encerrada em 1960 com Testamento de Orfeu. Para quem gosta de obras enigmáticas, experimentais e cheias de simbolismos visuais, este Sangue de um poeta é uma obra obrigatória. Em breve estarei conferindo o restante da trilogia.


Elenco / Personagens

Enrique Rivero ... Poeta
Elizabeth Lee Miller ... Estátua
Féral Benga ... Anjo Negro



O diretor Jean Cocteau aos 20 anos. Ele faleceu de ataque cardíaco aos 74 anos.


______________________________________________________________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário