domingo, 30 de janeiro de 2011

Endhiran - Robô
de S. Shankar, Endhiran, India, 2010, 165 min


Cotação
Força estética:

[...] porque eu começei a pensar.


Comentário: Ficção científica estrambótica, kitsch high-tech, cheia dos exageros típicos da indústria indiana de Bollywood e é também a produção mais cara já realizada até então, custou cerca de U$ 70 milhões de dólares. Estão lá batendo ponto na trama os números musicais ultra-coloridos que pontuam as super produções do país do Taj Mahal e as inúmeras piadas pastelão que fazem o gosto popular e precisam fazer parte do cardápio para atrair mais público. Lembrando que a India tem mais de um bilhão de habitantes e é a segunda maior população do mundo, e tem um dos bilhetes de cinema mais baratos do mundo, então dá para imaginar o porquê da indústria produzir mais de 800 longas por ano.

A belíssima atriz Aishwarya Rai de 37 anos esbanja charme e beleza nas quase 3 horas de duração do filme, esta que é outra característica da indústria cinematográfica indiana, os filmes em sua maioria tem duração de quase 3 horas.

Voltando a falar de Aishwarya, ela já foi Miss Mundo em 1994 e foi considerada em 2000 a mais bela Miss Mundo de todos os tempos, é uma das mais bem pagas atrizes indianas e seu reconhecimento não é só na Índia, pois foi escolhida para fazer parte do membro do júri no Festival de Cannes em 2003. Só para atuar em Endhiran a mulher recebeu cerca de U$ 6 milhões de dólares, o maior salário pago a uma atriz até então.

Os números musicais de Endhiran foram realizados em várias partes do mundo, um deles foi filmado no Brasil, nos lençóis maranhenses [Ver foto abaixo].

Falando um pouco sobre a trama, seguimos a criação de um cientista chamado Vaseegaran, interpretado pelo ator ícone pop indiano Rajinikanth (1949), que deseja dar vida ao mais perfeito robô já construído e ele acaba tendo problemas quando o robô chamado Chitti, também interpretado por ele, se apaixona por sua noiva Sana, interpretada pela Aishwarya Rai. Segue então como eu já havia comentado lá no início uma série de piadas pastelão, efeitos especiais acachapantes com muio CGI, rocambolescas cenas de ação, números musicais ultra-coloridos, a exploração incessante da beleza de Aishwarya que parece brilhar a cada fotograma e uma edição frenética para não deixar o público cochilar em nenhum momento da trama. Vale uma espiada pela grandiloquência e exuberância das cenas, apesar do roteiro fraquinho.

Para finalizar o comentário eu não poderia deixar de citar a participação do famoso compositor Allah Rakha Rahman, que ficou conhecido internacionalmente ao receber dois oscars em 2009 pela Trilha Sonora e Melhor Música, por " Jai Ho" do filme Quem quer ser um Milionário. Ele assinou a composição musical de Endhiran e ajudou a inchar o orçamento do filme, pois rassim como Aishwarya, recebeu um salário milionário para realizar o trabalho.


ELENCO





Aishwarya Rai [1973] - Atriz indiana e ex-Miss Mundo.
1m 70cm.







CENAS DO FILME




[Lençóis Maranhenses ] - Aishwarya sendo maquiada para gravação de um dos musicais do filme realizado noParque Nacional dos Lençóis Maranhenses, uma das belezas naturais brasileiras.











Cena do filme Endhiran filmada em Machu Picchu no Peru, famosa cidade pré-colombiana da civilação Inca que fica a 2.400 metros de altitude.






___________________________________________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário