sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Diabo a Quatro
de Leo McCarey, Duck Soup, EUA, 1933, 70 min


Filme visto dia: 18/02/2011

Cotação
Força estética: ½

Comentário: Terceiro filme que assisto protagonizado pelos Irmãos Marx , este que é o último filme com a participação de Zeppo Marx, que declarou após Diabo a Quatro que não faria mais filmes, isto ocorreu devido à péssima recepção que a sátira dos ditadores e das guerras encenada em Diabo a Quatro teve com o público, ficando apenas o trio Groucho (1890-1977), Chico e Harpo nos trabalhos posteriores.

Dos três vistos até aqui, Os Galhofeiros (1930), A Grande Loja e este Diabo a Quatro continuo ainda admirando mais a performance de Groucho em Os Galhofeiros, na pele do hilariante Capitão Spaulding, e como Musical, acho A Grande Loja (1941) melhor que os outros dois. Em Diabo a Quatro fica o melhor roteiro e as duas cenas clássicas, uma que envolve Harpo fingindo ser Groucho enquanto este se olha no espelho e a cena dos chapéus envolvendo Chico (1887-1961), Harpo (1888-1964) e Edgar Kennedy (1890-1948), o vendedor ambulante careca.

Diabo a Quatro é considerado por muitos críticos como o melhor filme dos irmãos humoristas e o fato se deve em boa parte à polêmica que o filme gerou na época, foi fracasso de bilheteria e fez com que a Paramount revogasse o contrato com os humoristas e dizem que o ditador italiano Benito Mussolini proibiu a exibição do filme na Itália por ter visto a obra como uma afronta pessoal. Após encerrar o contrato com a Paramount eles se dirigiram até Hollywood e assinaram contrato com a MGM que produziu outro clássico Uma Noite Na Ópera (que espero ver em breve) e também Um dia nas Corridas.

Para finalizar este breve comentário quero dizer que cada vez mais sinto vontade em ver todos os filmes que puder destes talentosos humoristas e claro, Groucho Marx era gênio, e ver um artista genial em cena é sempre muito bom.





















Personagens: Chicolini (Chico Marx), Tenente Bob Roland (Zeppo Marx), Rufus T. Firefly (Groucho Marx) e Pinky (Harpo Marx)




____________________________________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário