quarta-feira, 27 de abril de 2011


"Di Cavalcanti Di Glauber"
Titulo Original: "Ninguém Assistiu ao Formidável Enterro de sua Quimera, Somente a Ingratidão, Essa Pantera, Foi Sua Companheira Inseparável."
de Glauber Rocha, Brasil, 1977, 18 min

Filme visto dia: 27/04/2011

Cotação
Força estética:

Comentário: Homenagem de Glauber Rocha (1939-1981) ao amigo Di Cavalcanti (1897-1976), um dos maiores pintores brasileiros. Glauber causou polêmica na época por filmar o velório e o enterro do amigo Di, discutindo com a filha adotiva dele, Elizabeth Di Cavalcanti, que proibiu a exibição pública das imagens. Glauber vai narrando momentos da vida de Di Cavalcanti através de poesias, músicas e filmagens do velório, do enterro e das obras de Di expostas em museus.

Vencedor do prêmio do Júri no Festival de Cannes, concorreu também à palma de ouro de Melhor Curta, mas perdeu o prêmio para o filme Kuzdok de Marcell Jankovics. Em 1979 o filme foi proibido pela justiça brasileira a pedido dos familiares de Di, alegando que Glauber desrespeitou o funeral e transformou aquele momento sagrado num carnaval. É a sagrada hipocrisia que impera, arraigada até mesmo onde vivia a arte, a liberdade e a genialidade de um pintor brasileiro, ou melhor dizendo, em entes de sua família. A morte é o fim? A vida é o começo? Reflitamos sobre o fim e o começo, o tempo, e viva a arte, viva o genial Glauber Rocha.

Obs: A exibição do filme está interditada pela justiça desde 1979, quando da conceção de liminar pela 7a. Vara Cível, ao mandado de segurança impetrado pela filha adotiva do pintor, Elizabeth Di Cavalcanti.


Assista na íntegra. Clique aqui [TEMPO GLAUBER]



______________________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário