domingo, 24 de abril de 2011


Ganga Bruta
de Humberto Mauro, Brasil, 1933, 82 min

Filme visto dia: 24/04/2011

Cotação
Força estética:

Comentário: Hoje conferi mais uma obra-prima do cinema brasileiro, filme este que há muito eu queria ver, o famoso Ganga Bruta de um dos maiores diretores da história do nosso cinema, Humberto Mauro (1897-1983). A trama é simples, mas realizada com uma intensa poesia de imagens e com uma das interpretações mais doces e angelicais de uma atriz que já pude assistir, Déa Selva (1917-1993) interpretando Sônia. Outros atores que se destacam na trama são Durval Bellini, Décio Murillo, Carlos Eugênio e Lu Marival (1913-2000). Ganga Bruta se destaca ainda pela presença dos flashbacks e dos cortes rápidos, uma ousadia em termos de narração para época. A cena da briga no bar é incrível e destaco também a cena na cachoeira ja próximo ao final do filme, além é claro dos momentos românticos com Sônia e Durval Bellini.

Sinopse: Na noite de núpcias após o casamento, um homem descobre que sua mulher já fora de outro. Ele não consegue conter sua fúria ao descobrir e mata a mulher. Absolvido pela justiça vai para o interior trabalhar no ramo da construção. Acaba sentindo-se atraído por uma jovem que é noiva de outro e novo conflito se estabelece.

ELENCO
Durval Bellini - Marcos
Déa Selva - Sônia
Lu Marival - Esposa de Marcos
Décio Murillo - Décio
Carlos Eugênio


______________________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário