terça-feira, 5 de abril de 2011


A Idade da Terra
de Gláuber Rocha, Brasil, 1980, 160 min

Filme visto dia: 05/04/2011

Cotação
Força estética:

Comentário: Último filme de Glauber Rocha (1939-1981), o mais longo e o mais difícil de se acompanhar de sua filmografia em longa-metragem, pois a narrativa fragmentada, psicodélica e alinear exige do espectador paciência e a duração de 160 minutos o torna cansativo em muitos momentos, mas ao final o filme deixa uma forte sensação de uma experiência estética original e cheia de sensualidade e espírito criativo.

Para os que já conhecem o estilo do diretor já sabemos que haverá momentos de panfletarismo político, crítica social, reflexões sobre o poder das religiões sobre a mentalidade do povo e o colorido exótico da mistura cultural e da miscigenação brasileira. No elenco principal temos Jece Valadão (1930-2006), Maurício do Valle (1928-1994), Tarcísio Meira (1935), Antônio Pitanga (1939), Ana Maria Magalhães (1950), Geraldo Del Rey (1930-1993) e Danuza Leão (1933).

Para finalizar o comentário é sempre bom ler a própria visão de Glauber sobre sua obra: "É um filme que o espectador deverá assistir como se estivesse numa cama, numa festa, numa greve ou numa revolução. É um novo cinema, anti-literário e metateatral, que será gozado, e não visto e ouvido como o cinema que circula por aí. É um filme que fala das tentativas do Terceiro Mundo... fala do mundo em que vivemos. Não é para ser contado, só dar para ser visto. De "Di Cavalcanti" para cá eu rompi com o cinema teatral e ficcional."



______________________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário