domingo, 3 de abril de 2011


Os Olhos de Júlia / Los Ojos de Julia
de Guillem Morales, Espanha, 2010, 112 min

Filme visto dia: 03/04/2011

Cotação
Força estética:

Comentário: O maior mérito deste estiloso thriller de Horror dirigido por Guillem Morales é prender a atenção do espectador até o final e durante toda a tensão dramática da obra, o diretor de fotografia Óscar Faura presenteia nossos olhos com uma bela paleta de cores que explora um tom azulado e acizentado que enaltece as sombras e ajuda a aumentar a tensão das cenas de suspense. A equipe técnica é quase a mesma que realizou o belo thriller de Horror O Orfanato, dirigido por Juan Antonio Bayona em 2007, produção de Guillermo del Toro, fotografia de Óscar Faura, música de Fernando Velázquez e figurino de Maria Reyes.

A sensual atriz espanhola Belén Rueda (1965), que também atuou no filme O Orfanato, tem seu corpo explorado pela câmera voyeurística com diversos closes e planos de detalhes criando também um certo erotismo em várias cenas, e já com seus quase 50 anos exibe um corpo invejável até mesmo para muitas moçoilas. Ela interpreta uma mulher chamada Júlia que sofre de uma doença degenerativa que pode lhe causar a cegueira total, e que após o suicídio da irmã, decide investigar as reais causas que a levaram a cometer o suicídio.

O melhor do filme está na construção do clima de suspense, e da boa movimentação da câmera que deixa o espectador tenso como a personagem cega e nos joga para dentro da cena. O roteiro tem seus furos e o final soa um pouco frustrante devido a estereotipação do assassino, e há um certo exagero no prolongamento da tensão que em alguns momentos começa a ficar aborrecedor, mas os defeitos não chegam a estragar as qualidades da obra. Um bom thriller, que poderia ter sido ainda mais aterrorizante se não houvessem alguns clichês desnecessários.



______________________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário