sexta-feira, 8 de junho de 2012

Alma Corsária
de Carlos Reichenbach, Brasil, 1993, 111min

Filme  visto dia: 08/06/2012

Minha Cotação:


Comentário: Cheio de referências culturais e cinematográficas, este belo trabalho do cineasta Carlos Reichenbach (1945) narra entre idas e vindas no tempo a relação de amizade entre os personagens Torres (Bertrand Duarte) e Xavier (Jandir Ferrari) inspirados respectivamente em Augusto dos Anjos e Cesário Verde. No elenco há diversas participações especiais como as de Abrahão Farc, famoso ator que já atuou em diversas séries de TV e fez participações em filmes como Bang-Bang de Andrea Tonacci e ainda figuras conhecidas da TV na década de 90, como a jurada de Silvio Santos, Flor, que interpreta a namorada de Magalhães, personagem do hilariante e talentoso ator Jorge Fernando. Alma Corsária é mais um filmaço do grande e talentoso cineasta Carlos Reichenbach, um dos nossos maiores poetas do audiovisual.

Elenco
    Bertrand Duarte .... Rivaldo Torres
    Jandir Ferrari .... Teodoro Xavier
    Andréa Richa .... Anésia
    Flor .... Verinha
    Mariana de Moraes .... Eliana
    Jorge Fernando .... Magalhães
    Emílio Di Biasi .... pai de Anésia / tio de Artur
    Abrahão Farc .... suicida
    Roberto Miranda .... profeta
    Paulo Marrafão .... Oscar
    David Ypond .... China
    Amazyles de Almeida .... Olga
    André Messias .... Torres jovem
    Denis Peres .... Xavier, jovem
    Walter Forster .... pai de Xavier
    Cristiane Couto .... Janete
    Bruno de André .... editor
    Carolina Ferraz .... Angel


Algumas Referências Culturais de Alma Corsária



Cena do filme onde um pianista toca Claire de Lune de Claude Debussy na Pastelaria Espiritual em um piano da marca Fritz Dobbert (maior indústria de pianos da América Latina e líder do segmento de pianos acústicos no Brasil).
-----------------------------------------------------------------------------------------
Evoé
Palavra evocada em vários momentos do filme expressa entusiasmo e intensa alegria, é de origem grega e faz referência ao deus grego Baco (Dionísio para os Romanos).

------------------------------------------------------------------------
Não desejemos, – nós, os sem defeitos –,
Que os tísicos pereçam! Má teoria,
Se pelos meus o apuro principia,
Se a Morte nos procura em nossos leitos!


[Estrofe do Livro do poeta português Cesário Verde (1855-1886) que é recitada no final do filme ] 
-----------------------------------------------------------------------

"Nas nossa ruas ao amanhecer
Há tal sonoridade, há tal melancolia "
(Sentimento de um Ocidental / Cesário Verde)




---------------------------------------------------------------------------

Debra Paget (1933) - A atriz norte-americana Debra Paget também é citada durante o filme.

____________________________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário