sábado, 16 de junho de 2012

A Ilha dos Prazeres Proibidos
de Carlos Reichenbach, Brasil, 1979, 96 min

Filme visto dia: 16/06/2012

Minha Cotação:

Comentário:  Este foi o maior sucesso comercial de Carlos Reichenbach tendo levado mais de 4 milhões de espectadores aos cinemas. Uma boa parte deste público, creio eu, foi atraído pela beleza do elenco feminino e pelas inúmeras cenas de sexo, mas nada explícito, apenas nudez parcial e também pela trama rocambolesca, no qual uma agente secreta da extrema direita do governo que se faz passar por jornalista vai até uma ilha com a missão de matar dois pensadores subversivos foragidos. A Ilha dos Prazeres Proibidos foi lançado em São Paulo em 15 de Janeiro de 1979, o Brasil ainda estava em plena ditadura militar e a imprensa e as manifestações artísticas sofriam com a censura e o cinema era uma das formas de arte que mais sofria com o regime, no qual os autores eram obrigados a fazer cortes para que as produções pudessem ser exibidas. Carlão era um dos autores que utilizava do cinema comercial para incutir suas idéias e unir os elementos que atraiam a grande massa com manifestações poéticas e críticas sociais e políticas.

ELENCO
Neide Ribeiro - Ana Medeiro
Meiry Vieira
Zilda Mayo
Roberto Miranda - Sérgio Lacerda
Fernando Benini - Nilo Baleeiro [Poeta louco e subversivo]
Teka Klaus
Olindo Dias
João Maia Neto
Fátima Porto
Carlos Casan - William Solanas




_______________________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário