quinta-feira, 26 de julho de 2012

Não Me Abandone Jamais
de Mark Romanek, Never Let Me Go, Reino Unido/EUA, 2010, 103 min


Filme visto dia: 25/07/2012

Minha Cotação:

Comentário: Pequena obra prima de Mark Romanek, cujo filme mais conhecido do público até então era o thriller Retratos de uma Obsessão realizado em 2002, além de ter dirigido clipes e documentários realizados para alguns astros da música pop, consegue imprimir nesta obra uma narrativa que beira o minimalismo oriental. 

O roteiro então, escrito por Alex Garland, é baseado no romance do escritor japonês Kazuo Ishiguro que veio bem jovem para a Inglaterra e acabou assimilando tanto a cultura oriental quanto a européia e é hoje um escritor já bastante renomado. Este filme produzido pelos estúdios DNA e Film4 e distribuído pela Fox, teve um orçamento de apenas 15 milhões e o tom melancólico e frio da narrativa talvez tenha sido um dos motivos que afugentaram o público, mesmo tendo fracassado nas bilheterias, o filme ocupou o primeiro lugar de várias listas de críticos canadenses, britânicos e norte-americanos como sendo um dos melhores realizados no ano de 2010. 

A trama gira em torno de três jovens que estudam numa escola inglesa chamada Hailsham: Ruth, Kathy e Tommy, interpretados respectivamente por Carey Mullingan, Keira Knightley e Andrew Garfield, o filme acompanha os jovens desde a pré-adolescência até a fase adulta. Carregado de uma atmosfera que é um misto de tensão e lirismo, conduzida com extrema paciência, belos planos, cadenciados e lindamente fotografados, o filme nos faz refletir sobre a vida, a morte, a arte, e sobre a possibilidade de uma situação completamente desumana, mas plausível naquilo que o homem já foi e é capaz de produzir em termos de violência e desumanidade.



______________________________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário