sábado, 15 de junho de 2013

Jeanne Dielman
de Chantal Akerman, Belgica, 201 min

Filme visto dia: 15/06/2013

Minha Cotação: 

Comentário: Encarei hoje a obra-prima minimalista da diretora Belga Chantal Akerman com duração de 3 horas e 15 minutos, planos longuíssimos, pouquíssimos diálogos e magistral atuação de Delphine Seyrig (1932-1990). A trama segue a rotina de uma viúva dona de casa durante 3 dias, ela vive só com o filho e paga suas contas através de seus serviços como prostituta. Após o sucesso de crítica de seu filme anterior , Chantal se sentiu preparada para encarar um filme com um orçamento maior, agora com 120 mil dólares financiados pelo governo ela transforma essa quantia em uma obra de arte das mais importantes da década de 70 e uma das mais importantes quando o assunto é um filme com abordagem feminista.




_________________________________________  

Nenhum comentário:

Postar um comentário