sexta-feira, 26 de julho de 2013

Cabra Marcado para Morrer

Cabra Marcado para Morrer, 1984
Direção: Eduardo Coutinho


Minha nota: 9,0


Hoje tive a alegria de assistir no Canal Brasil a cópia restaurada de um dos mais grandiosos documentários da carreira do cineasta Eduardo Coutinho. O documentário teve início em 1964, após o assassinato de João Pedro Teixeira (1962), líder camponês paraibano que deixa a mulher e dez filhos atormentados pela tragédia de uma morte que ganhou os jornais e atraiu atenção da mídia na época. Porém com o golpe militar, as filmagens de Coutinho que buscava refilmar a trajetória de João Pedro, encenando com a própria viúva dele, Elisabeth Teixeira, uma obra de ficção é então interrompida pela censura que acabou com a liberdade artística e jornalística do Brasil por mais de uma década. Somente com a abertura política 17 anos depois, Coutinho retorna ao local para entrevistar os moradores de Sapé e reencontrar Elisabeth e os filhos dela ainda vivos para realizar um dos mais aclamados documentários da cinematografia brasileira.


Cabra Marcado Para Morrer (1985) on IMDb
Link para a ficha técnica do filme no IMDB.



_________________________________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário