terça-feira, 23 de julho de 2013

O Rei dos Mágicos


O Rei dos Mágicos, 1958
Direção: Frank Tashlin

Minha nota: 6,5

O humor ingênuo e careteiro de Jerry Lewis prosseguiu após a separação de sua parceria de sucesso com o cantor Dean Martin iniciada em 1949 com o longa "A Amiga da Onça". Este "O Rei dos Mágicos" foi o terceiro longa de Lewis em carreira solo já contando com a direção de Frank Tashlin, experiente diretor de comédias que já havia trabalhado com ele em Artistas e Modelos (1955), quando ainda fazia dupla com Dean Martin. Na trama Lewis interpreta o mágico Gilbert Wooley que está indo tentar a sorte no Japão contratado para distrair as tropas americanas em solo japonês. Já no voo partindo para o Japão ele apronta a maior confusão com seu coelho Harry e uma estrela de cinema que estava a bordo chamada Lola Livingston (Marie McDonald) complicando a vida do Major Ridgley ao fazê-lo cair em cima de Lola enquanto ela dormia. É durante o voo também que ele conhece a bela Sargento Pearson, interpretada por Suzanne Pleshette que acaba se apaixonando por ele.

Ao chegar ao Japão porém ele conhece Kimi Sikita e o sobrinho dela Mitsuo Watanabe, um menino traumatizado pela morte dos pais e que não conseguia sorrir até ver a trapalhada que Wooley causa na descida de Lola do avião numa das cenas mais engraçadas do filme. Diversas outras trapalhadas irão ocorrer, mas vale ressaltar a invasão do namorado de Sikita, jogador de baseball interpretado pelo grandalhão Namigoro Rashomon de 2m de altura, à casa de massagem onde Wooley estava no momento.

Divertido e envolvente, o filme perde força nos momentos finais com a notável dificuldade que o filme parece ter para solucionar as sub-tramas, como a paixão de Pearson por Wooley e sua relação com Sikita e Watanabe. Outros momentos divertidos ficam por conta do coelhinho Harry como na hilariante cena em que ele toma banho de sol na piscina; e como curiosidade o filme trás o ator japonês Sessue Hayakama que interpreta o avô de Watanabe, e em uma das cenas do filme vemos uma alusão ao seu personagem no famoso longa A Ponte do Rio Kwai (1957) remetendo à cena em que os soldados assobiam a famosa canção "Colonel Bogey March" de Kenneth Alford (1881-1945).



O Rei dos Mágicos (1958) on IMDb
Link para a ficha técnica do filme no IMDB.


_____________________________________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário