segunda-feira, 22 de julho de 2013

Ölüm savasçisi / Death Warrior (1984)

Ölüm savasçisi / Death Warrior (1984)
Direção: Cuneyt Arkin e Çetin Inanç

Minha nota: 6,5

Hoje parei para assistir duas pérolas do cultuado cinema turco, uma delas o famoso Rambo Turko dirigida por Çetin Inanç e estrelada por Serdar Kebapçilar e este Ölüm savasçisi (Death Warriors) dirigido por Cüneyt Arkin (Turkish Star Wars) e Çetin Inanç e estrelada pelo próprio Cuneyt Arkin, um dos mais prolíficos artistas do cinema de produções baratas da Turquia. 

A trama maluca segue um policial turco chamado Kemal, interpretado por Cuneyt Arkin, que é contratado por agentes norte-americanos para deter uma quadrilha de ninjas que está tocando o terror nos Estados Unidos. Assisti o filme com legendas e já vi comentários do filme em outros blogues vistos por outros admiradores de filmes de baixo orçamento que assistiram à obra em turco, sem legenda alguma, e o fato de tê-lo visto legendado não fez realmente muita diferença já  que a trama absurda é explicada por uma filosofia xarope e coisas como alquimia, magia e etc. 

Enfim, resumindo a trama é a luta de um super policial turco, interpretado pelo maior herói turco de filmes de ação, o Cüneyt Arkin, ele está em lua de mel com sua bela esposa loira, é convocado para deter uma quadrilha de ninjas na América, pois segundo os agentes norte-americanos só mesmo um turco para deter a quadrilha, e aí então vemos uma sucessão maluca de lutas desenfreadas, com cortes para mais cenas de lutas e alguns diálogos que parecem ter saído de uma obra como "Almoço Nu" de William Burroughs. Não desistam do filme e esperem pela luta final de Kemal com uma versão tocha-humana do Ninja mestre, o grande vilão do filme interpretado por Osman Betin.


Obs: O jornalista e cineasta Felipe M. Guerra fez uma resenha detalhadíssima do filme em seu blogue (atualmente abandonado) Filme Para Doidos.


Ölüm savasçisi (1984) on IMDb
Clique para acessar a ficha técnica do filme no IMDB.


_________________________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário