quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014


Alabama Monroe
Direção: Felix Van Groeningen, The Broken Circle Breakdown, Bélgica, 2013

Minha nota: 10,0

Eis um daqueles filmes que são extremamente difíceis de se narrar a experiência de vê-lo, por ser tão fulminante, tão cortante, tão intenso e dramático que o único conselho que se pode dar a alguém é veja-o o quanto antes puder! Ele é ideal para discutir uma variedade muito grande de assuntos e temas, desde religião, passando por relacionamentos, mistérios da vida, evolução genética, enfim, um drama intenso e cortante com uma mensagem fortemente anti-extremista e um tapa na cara em qualquer discussão ético-religiosa. Deve levar folgado o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro este ano. Merece destaque também a belíssima trilha sonora, que poderia arrastar também facilmente o Oscar de Melhor Trilha Sonora se assim pudesse concorrer nesta categoria. E não posso deixar de falar é claro nos atores: Veerle Baetens, de 35 anos, ela dá um verdadeiro show de atuação na pele da mãe radical e impulsiva com suas tatuagens maravilhosas; seguida pelo ator Johan Heldenbergh na pele do músico apaixonado pela cultura americana, mas um crítico ferrenho das decisões políticas atravessadas por questões religiosas da era Bush. Filme obrigatório!


TABELA DO FILME
NOTAS (0 A 10)
CENAS VISCERAIS / GORE
0
NUDEZ
6
PERFORMANCES
10
ROTEIRO
10
RITMO
10


___________________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário