sexta-feira, 16 de maio de 2014


Divergente
Direção: Neil Burger, Divergent, EUA, 2014

Minha nota: 6,0



   Baseado em um romance da linha YA (Jovens Adultos), este filme é mais uma daquelas tentativas de criar uma franquia que a princípio, será o pontapé inicial das adaptações da trilogia da escritora Veronica Roth para as telas dos cinemas, uso o termo "a princípio" pois no mundo capitalista nunca se sabe até quando irão inventar e reinventar novas possibilidades para os produtores gerarem renda e continuarem alimentando desejos. 

   A trama gira em torno das escolhas dos jovens protagonistas e em questões de pertencimento a grupos, no caso, facções que delimitam como os humanos irão agir para o resto de suas vidas, e em especial a da jovem Beatrice, papel de Shailene Woodley, que não tem a mesma presença e talento de Jennifer Lawrence, da também recente trilogia Jogos Vorazes, baseada também em um romance YA, mas que não é má atriz, longe disso, até convence em certos momentos como a protagonista que diverge dos demais e precisa ser um misto de força e candura. O filme tenta construir em meio à trama rasa algo de mais profundo, mas para em clichês e na apatia emocional de alguns personagens e das situações criadas para o clímax do final da primeira parte da trilogia. Torçamos então que o próximo longa possa revitalizar e intensificar melhor as propostas filosóficas desta primeira adaptação.


TABELA DO FILME
NOTAS (0 A 10)
CENAS VISCERAIS / GORE
3
NUDEZ
0
PERFORMANCES
6
ROTEIRO
5
RITMO
6



_____________________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário