sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

O Horror segundo Noel Carroll



A filosofia do Horror ou Paradoxos do Coração
Noel Carroll
Routledge
268 páginas

O filósofo e crítico literário Noël Carroll escreveu o ensaio A Filosofia do Horror ou Paradoxos do Coração (1999), livro indispensável a todos aqueles que queiram se debruçar sobre quais são os elementos característicos de um filme de horror. Segundo sua teoria, a narrativa horrífica depende de um único elemento: o monstro. E refletindo sobre este elemento, Carroll traça todas as características que o tal monstro deve ter para que a obra de arte seja caracterizada como típica do horror.

A personagem monstruosa segundo Carroll poderia ser desde um vampiro ou demônio, até chegar no próprio homem, desde que apresentasse duas características: fosse desprezível de uma forma visualmente grotesca e repulsiva, e que fosse psicologicamente perigoso para a sociedade. 



__________________________________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário