segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

Panorama do Conto Brasileiro / O Conto Fantástico


Por Wendell Borges

Meu interesse pelos contos fantásticos se dá pelo fato de que este gênero literário e cinematográfico engloba a ficção científica, a fantasia e o horror. Os autores transitam em suas obras nos elementos sobrenaturais que estão sempre rondando as obras que procuram criar atmosferas ligadas ao horror. 

O Conto Fantástico foi o oitavo volume da série "Panorama do Conto Brasileiro", lançado em 1959 pela Civilização Brasileira, que atualmente faz parte do Grupo Editorial Record. Este volume teve organização de Jerônimo Monteiro, escritor brasileiro de ficção científica, um dos pioneiros no gênero. O volume traz vinte e seis contos, todos de autores brasileiros do século XIX e da primeira metade do século XX. Abaixo coloco os contos com links para os textos pesquisados em alguns sites na internet. 

Obs: A autora da capa é Nora Ronai (1924), arquiteta, escritora e atleta de natação brasileira.
[Veja também a postagem especial da obra "Obras primas do conto fantástico" da Livraria Martins Editora].
  1. “Assombramento (História do Sertão)” (Afonso Arinos); [Link para uma resenha do livro no site Sobreomedo]  [Leia o conto aqui]
  2. “Delírio” (Afonso Schmidt) (Cubatão SP 1890-1964) 
  3. “Solfieri” (Álvares de Azevedo); [Leia o conto aqui]
  4. “O Impenitente” (Aluízio Azevedo); [Leia o conto aqui]
  5. “O telegrama de Artaxerxes” (Aníbal M. Machado); Ver também a adaptação do conto Viagem aos Seios de Duília, o conto mais famoso de Aníbal Machado, que apesar de não se encaixar no gênero fantástico tem um clima de melancolia e solidão bastante típicos em histórias de medo e assombração. [A Roteirização do conto O telegrama de Artaxerxes ]
  6.  “Um esqueleto” (Machado de Assis); [Leia o conto aqui]
  7. “Os donos da caveira” (Ernâni Fornári); (1899-1964)
  8. “Sertório” (Galdino Fernandes Pinheiro); 
  9. “Noturno n.o 13” (Gastão Cruls);
  10.  “Confirmação” (Gonzaga Duque);
  11.  “Paulo” (Graciliano Ramos); 
  12. “O Duplo” (Coelho Neto); [Leia o conto aqui]
  13.  “Os olhos que comiam carne” (Humberto de Campos); [Leia o conto aqui]
  14. “O baile do judeu” (Inglês de Souza); 
  15. “O sino da Soledade” (Josué Montello); 
  16. “Sua Excelência” (Lima Barreto); 
  17. “Maria Bambá” (Luiz Canabrava); 
  18. “De além-túmulo” (Magalhães de Azeredo); 
  19. “O soldado Jacob” (Medeiros e Albuquerque);
  20.  “A gargalhada” (Orígenes Lessa); 
  21. “ O lobisomem” (Raymundo Magalhães); [Leia o conto aqui]
  22.  “Papai Noel e o outro” (Ribeiro Couto); 
  23. “O defunto” (Thomaz Lopes);
  24. “ Os Curiangos” (Valdomiro Silveira); 
  25. “A cadeira” (Veiga Miranda); 
  26. “A Rita do Vigário” (Viriato Corrêa).



__________________________________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário